SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2Acute cardiovascular responses in strenght training conducted in exercises for large and small muscular groupsInvestigation of the effects of oral supplementation of arginine in the increase of muscular strength and mass author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

GUEDES, Dartagnan Pinto; GUEDES, Joana Elisabete Ribeiro Pinto; BARBOSA, Décio Sabbatini  and  OLIVEIRA, Jair Aparecido de. Dispêndio energético diário e níveis de lipídeos-lipoproteínas plasmáticos em adolescentes. Rev Bras Med Esporte [online]. 2007, vol.13, n.2, pp. 123-128. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922007000200011.

O objetivo do estudo foi analisar o impacto da prática habitual de atividade física, mediante estimativas do dispêndio energético diário (DEdiário), no perfil lipídico-lipoprotéico plasmático em amostra representativa de adolescentes. A amostra foi constituída por 452 sujeitos (246 moças e 206 rapazes) com idade entre 15 e 18 anos. As concentrações de lipídeos-lipoproteínas plasmáticas foram estabelecidas por procedimentos laboratoriais. As informações acerca da prática habitual de atividade física foram obtidas por intermédio de instrumento retrospectivo de auto-recordação. Estabeleceram-se estimativas quanto ao DEDiário com base no custo calórico associado ao tipo e à duração das atividades registradas pelos adolescentes. A amostra foi estratificada em três grupos de prática habitual de atividade física: os menos ativos, < 25º percentil do DEDiário; os moderadamente ativos, 25-75º percentil do DEdiário; e os mais ativos, > 75º percentil do DEdiário, e também pontos de corte para um perfil lipídico-lipoprotéico de risco aterogênico. Os resultados da análise de co-variância, controlando a participação do índice de massa corporal, mostraram que as concentrações de HDL-C foram significativamente diferentes de acordo com os grupos crescentes de DEdiário em moças (p = 0,009) e em rapazes (p = 0,010), porém, o comportamento de variação dos valores observados foi diferente nos dois sexos. A análise de regressão logística indicou que o risco relativo para menores valores de HDL-C foi duas vezes maior entre os adolescentes menos ativos em comparação com os mais ativos. Em ambos os sexos, as concentrações de colesterol total, LDL-C e triglicerídeos não apresentaram diferenças significativas entre os grupos de DEdiário. Em conclusão, a prática habitual de atividade física mais intensa e o maior DEdiário estão associados com mais elevadas concentrações de HDL-C em adolescentes de ambos os sexos, independentemente das variações do peso corporal. As associações entre DEdiário e os outros componentes plasmáticos de lipídeos-lipoproteínas tratados no presente estudo foram fracas e inconsistentes.

Keywords : Atividade física; Sedentarismo; Fatores de risco cardiovasculares; Colesterol; Triglicerídeos.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese