SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue5Maximum number of repetitions in isotonic exercises: influence of load, speed and rest interval between sets author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692On-line version ISSN 1806-9940

Abstract

NAKAMURA, Fábio Yuzo et al. Relação entre indicadores fisiológicos obtidos em teste ergoespirométrico em cicloergômetro de membros superiores e desempenho na canoagem. Rev Bras Med Esporte [online]. 2007, vol.13, n.5, pp.283-286. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922007000500001.

A avaliação de indicadores de aptidão aeróbia em canoístas revela características funcionais adquiridas por treinamento específico, podendo estar relacionadas ao desempenho competitivo. Assim, o objetivo do presente estudo foi avaliar indicadores funcionais obtidos em teste ergoespirométrico de jovens canoístas, e verificar a relação destas variáveis com a performance em distâncias de 200, 500 e 1.000m. Foram avaliados 12 atletas do sexo masculino (17,6 ± 2,1 anos; 175,7 ± 2,5cm; 68,3 ± 6,3kg) por meio de teste em cicloergômetro de membros superiores para determinação do consumo de oxigênio no limiar ventilatório 1 (LV1 - 1,8 ± 0,4L/min), no limiar ventilatório 2 (LV2 - 2,9 ± 0,4L/min) e VO2pico (3,5 ± 0,4L/min). O teste tinha início com carga de 17W, com incrementos de 17W/min até a exaustão voluntária. Os atletas foram também submetidos a testes específicos em embarcação individual K-1 em um lago, objetivando alcançar os menores tempos nas distâncias referidas (tempos equivalentes a 47,6 ± 4,3, 122,0 ± 9,0 e 239,5 ± 12,6s, respectivamente). Foi utilizado o teste de correlação de Spearman-Rank (rs), com nível de significância fixado em 5%. Observou-se correlação moderada entre LV2 e tempo nos 1.000m (rs = -0,685), VO2pico e tempo nos 500m (rs = -0,699) e VO2pico e tempo nos 1.000m (rs = -0,734). Portanto, conclui-se que LV2 e VO2pico obtidos em cicloergômetro de membros superiores, e expressos em termos absolutos, predizem o desempenho em provas de 500 e 1.000m de canoagem, podendo ser potencialmente empregados na avaliação de canoístas.

Keywords : Limiares ventilatórios; Pico de consumo de oxigênio; Canoagem.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License