SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue1Does creatine supplementation harm renal function? author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

CADORE, Eduardo Lusa; BRENTANO, Michel Arias; LHULLIER, Francisco Luiz Rodrigues  and  KRUEL, Luiz Fernando Martins. Fatores relacionados com as respostas da testosterona e do cortisol ao treinamento de força. Rev Bras Med Esporte [online]. 2008, vol.14, n.1, pp. 74-78. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922008000100014.

Esse artigo visa revisar os resultados encontrados na literatura a respeito dos diversos fatores relacionados com a resposta hormonal aguda e crônica ao treinamento de força. Foi observado que existe uma estreita relação entre a treinabilidade de indivíduos submetidos ao treinamento de força e os níveis circulantes de testosterona nesses sujeitos. Além disso, outros parâmetros hormonais, tais como as razões entre a testosterona e sua proteína carreadora e entre a testosterona com o cortisol, também foram relacionados com a capacidade de aumento de força. Diversos fatores ligados à sessão de treino, além das características da população investigada, influenciam a resposta hormonal aguda e crônica ao treinamento. Entre esses fatores, o volume e a intensidade são as principais variáveis ligadas à magnitude dessa resposta. A determinação de quais fatores possam estar estreitamente relacionados com a resposta hormonal ao treinamento de força pode ser importante para o estabelecimento de uma sessão de treino e uma periodização que otimizem o ambiente anabólico determinado pelas concentrações de testosterona e cortisol, e, dessa forma, maximizar os ajustes neuromusculares decorrentes desse tipo de treinamento.

Keywords : treinamento físico; resposta hormonal aguda; ajustes endócrinos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese