SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue2Acute cardiovascular responses to strength exercise in three different execution patternsOverweight/obesity in adolescent students from the city of João Pessoa, PB, Brazil: prevalence and association with demographic and socioeconomic factors author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

CHAGAS, Mauro Heleno; BHERING, Elder Lopes; BERGAMINI, Juliana Castro  and  MENZEL, Hans-Joachim. Comparação de duas diferentes intensidades de alongamento na amplitude de movimento. Rev Bras Med Esporte [online]. 2008, vol.14, n.2, pp. 99-103. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922008000200003.

O alongamento é uma prática comum no treinamento da flexibilidade, porém existe uma deficiência de informações específicas sobre os componentes da carga utilizados, em especial, sobre a intensidade do alongamento. O presente estudo teve como objetivo investigar o efeito agudo de duas diferentes intensidades de alongamento na amplitude de movimento (ADM) de extensão do joelho. Participaram deste estudo 14 voluntários do sexo masculino. Os dois membros inferiores de cada participante foram avaliados, sendo que um membro executou o treinamento na intensidade submáxima de alongamento (TS, N=14) e o outro na intensidade máxima de alongamento (TM, N=14). O treinamento utilizou a técnica passiva-estática executando quatro repetições com duração de 15 segundos. Foi encontrada diferença estatisticamente significativa para os valores de ADM entre o pré-teste (68,0±10,5) e o pós-teste (74,0±10,0) no TM. Os valores de ADM para o pré-teste (68,9±14,0) e o pós-teste (71,0±14,4) no TS não apresentaram diferença significativa. Os resultados analisados através da ANOVA two-way apresentaram interação significativa entre o grupo e o teste (F=1.26; df=8,62; p=0,007). O estudo demonstrou que o treinamento na intensidade máxima de alongamento promove aumento agudo da ADM. Dessa forma, os estudos que avaliam os componentes ideais da carga de treinamento na melhora da flexibilidade não devem negligenciar o controle da intensidade do estímulo de alongamento.

Keywords : flexibilidade; treinamento; biomecânica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese