SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue3Effects of two anthropometric parameters in the behavior of the mechanomyographic signal on muscle force testsStrength training for patients with chronic obstructive pulmonary disease author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

SANTANA, Marcos G. et al. Variação diurna e resposta da cinética do VO2 de ciclistas durante exercício muito intenso. Rev Bras Med Esporte [online]. 2008, vol.14, n.3, pp. 227-230. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922008000300013.

O objetivo do presente estudo foi avaliar a influência da hora do dia nos parâmetros da cinética do consumo de oxigênio de ciclistas durante exercício muito intenso. Nove voluntários do sexo masculino realizaram exercícios de carga constante às 08:00, 13:00 e 18:00 h, em dias diferentes. Estes exercícios foram realizados duas vezes em cada visita, com um intervalo de 1 h entre eles. A intensidade usada foi de 75%Δ (75% da diferença entre o VO2 no limiar de lactato e o VO2max. A amplitude do componente primário do VO2 (2597 ± 273 ml.min-1, 2513 ± 268 ml.min-1 e 2609 ± 370 ml.min-1), a constante de tempo do componente primário do VO2 (19.3 ± 2.5 s, 18.4 ± 3.0 s e 19.7 ± 3.9 s), o componente lento do VO2 (735 ± 81 ml.min-1, 764 ± 99 ml.min-1 e 680 ± 121 ml.min-1) e o tempo de resposta média (51.8 ± 4.2 s, 51.2 ± 4.2 s e 51.4 ± 3.4 s) não apresentaram diferenças significativas entre os diferentes horários do dia (08:00, 13:00 e 18:00 h), assim como os demais parâmetros da cinética do VO2. Estes resultados sugerem que a resposta da cinética do VO2 de ciclistas durante exercício muito intenso (75%Δ) não é influenciada pela hora do dia.

Keywords : exercício; ritmo circadiano; cinética do VO2; constante de tempo; ciclismo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese