SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número5Comparação entre as modalidades de caminhada e corrida na predição do consumo máximo de oxigênioCapacidade aeróbia de ratos alimentados com dieta rica em frutose índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692

Resumo

NAKAMURA, Fábio Yuzo et al. Predição do desempenho aeróbio na canoagem a partir da aplicação de diferentes modelos matemáticos de velocidade crítica. Rev Bras Med Esporte [online]. 2008, vol.14, n.5, pp. 416-421. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922008000500003.

O modelo de velocidade crítica com dois parâmetros vem sendo utilizado para a determinação do desempenho aeróbio e anaeróbio. No entanto, o modelo com três parâmetros prevê um parâmetro adicional correspondente à velocidade instantânea máxima (Vmáx) ao modelo original, tendo impacto sobre a estimativa dos outros dois parâmetros. Sendo assim, o objetivo deste trabalho foi verificar e comparar a relação da velocidade crítica (VCrit), fornecida pelos modelos com dois (VCrit-2parâmetros) e três (VCrit-3parâmetros) parâmetros, com a velocidade média mantida em esforço máximo de 6.000m (V6000m) na canoagem. Nove canoístas (17,4 ± 2,4 anos) competitivos do sexo masculino realizaram, em dias diferentes, testes máximos de 200, 500, 1.000, 1.800 e 6.000m. A VCrit foi calculada para todos os sujeitos, a partir das distâncias de 200 a 1.800m, utilizando-se as equações hiperbólicas com dois e três parâmetros. As durações dos percursos ficaram no intervalo entre 46,1 ± 2,5s e 513,9 ± 25,6s. Para comparação entre as velocidades (VCrit-2parâmetros, VCrit-3parâmetros e V6000m) foi utilizada ANOVA one way para medidas repetidas, seguida pelo teste post hoc de Newman-Keuls. A associação entre as variáveis foi feita a partir de correlação de Pearson. Para análise de concordância foi aplicada a plotagem de Bland-Altman entre os valores de VCrit-2parâmetros, VCrit-3parâmetros e V6000m . Em média, o tiro de 6.000m teve duração de 29,9 ± 1,0 min. Houve diferença significante da VCrit-3parâmetros (2,93 ± 0,36m/s) em relação à VCrit-2parâmetros (3,31 ± 0,22m.s-1) e V6000m (3,35 ± 0,11m.s-1). VCrit-2parâmetros e V6000m não diferiram entre si. A correlação entre VCrit-2parâmetros e V6000m foi de 0,72 (p = 0,03), enquanto que a entre VCrit-3parâmetros e V6000m não foi significante. Os resultados deste estudo sugerem que o modelo de velocidade crítica de dois parâmetros fornece valor de VCrit mais adequado para a avaliação aeróbia de canoístas. A VCrit-3parâmetros subestima a velocidade que pode ser mantida por aproximadamente 30 min, com baixa capacidade preditiva de desempenho aeróbio. Assim, foram obtidas evidências de validade do modelo original de velocidade crítica de dois parâmetros proposto por Monod e Scherrer.

Palavras-chave : velocidade crítica; dois parâmetros; três parâmetros; canoagem.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português