SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue4Assessment of odontology and physical education undergraduation students knowledge on mouth guardNutritional assessment and body self-perception of bodybuilders in Caxias do Sul - RS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

ELSANGEDY, Hassan M. et al. Respostas fisiológicas e perceptuais obtidas durante a caminhada em ritmo autosselecionado por mulheres com diferentes índices de massa corporal. Rev Bras Med Esporte [online]. 2009, vol.15, n.4, pp. 287-290. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922009000500011.

As respostas fisiológicas e perceptuais verificadas durante a caminhada vêm sendo amplamente pesquisadas; contudo, poucas investigações buscaram comparar essas respostas em grupos de diferentes índices de massa corporal durante caminhada em ritmo autosselecionado. O objetivo do presente estudo foi comparar as respostas fisiológicas e perceptuais entre mulheres com peso normal (PN), sobrepeso (SP) e obesas (OB) durante a caminhada em ritmo autosselecionado. Participaram 66 mulheres sedentárias, com idade entre 20 e 45 anos, designadas em três grupos de acordo com o seu índice de massa corporal: (i) PN (18,5 - 24,9kg·m-2, n = 22); (ii) SP (25,0 - 29,9kg·m-2, n = 22); e (iii) OB (> 30,0kg·m-2, n = 22). Cada participante realizou uma sessão de familiarização e duas sessões experimentais (teste incremental máximo e teste de 20 minutos de caminhada em ritmo autosselecionado), a fim de determinar as respostas fisiológicas (frequência cardíaca, FC; e consumo de oxigênio, VO2) e perceptuais (percepção subjetiva de esforço, PSE) de cada sessão. A ANOVA one-way foi empregada para comparar as respostas fisiológicas e perceptuais obtidas durante a caminhada em ritmo autosselecionado entre os três protocolos experimentais, empregando-se o teste post hoc de Tukey com p < 0,05. Embora os sujeitos com obesidade tenham registrado menor velocidade de caminhada (1,30 ± 0,13m·s-1) comparativamente aos com peso normal e sobrepeso (1,69 ± 0,11 e 1,58 ± 0,22m·s-1, respectivamente) (p < 0,05), eles apresentaram similar resposta fisiológica (58,7 ± 8,6; 63,1 ± 12,6; 64,8 ± 11,1 %VO2 e 75,1 ± 7,8; 78,8 ± 8,5; 78,7 ± 7,2 %FCmax, para os grupos normal, sobrepeso e obeso, respectivamente). Além disso, as respostas perceptuais também não diferiram entre os grupos experimentais (11,6 ± 1,6; 11,7 ± 1,6; 12,2 ± 1,8, respectivamente). Desse modo, pode-se concluir que, independente do IMC, mulheres adultas apresentam respostas fisiológicas e perceptuais similares durante caminhada em ritmo autosselecionado, mesmo caminhando em velocidades diferentes.

Keywords : obesidade; atividade física; esforço.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese