SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue4Nutritional assessment and body self-perception of bodybuilders in Caxias do Sul - RSMuscular strength versus blood pressure at rest: a review based on weight training author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

SIMOES, Ricardo Adamoli et al. Efeitos do treinamento neuromuscular na aptidão cardiorrespiratória e composição corporal de atletas de voleibol do sexo feminino. Rev Bras Med Esporte [online]. 2009, vol.15, n.4, pp. 295-298. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922009000500013.

As respostas do organismo humano submetido a estímulos diversos, mensuradas através de parâmetros de performance, têm sido objeto de estudo a fim de aprimorar os métodos de treinamento. O objetivo deste estudo foi investigar os efeitos do treinamento neuromuscular na capacidade cardiorrespiratória e composição corporal de atletas de voleibol. Foram avaliadas 11 mulheres, antes e após 12 semanas de treinamento, referente à fase preparatória do ciclo anual de treinamento. O protocolo experimental constou de avaliação da composição corporal (percentual de gordura, massa magra e a gordura corporal) e da aptidão cardiorrespiratória por meio de ergoespirometria em esteira rolante com protocolo contínuo e carga crescente, na qual se determinaram o consumo máximo de oxigênio, a frequência cardíaca máxima, o limiar anaeróbio, a frequência cardíaca do limiar anaeróbio e a velocidade do limiar anaeróbio. O treinamento teve frequência de cinco dias por semana dividido em duas sessões: uma de treinamento de força e outra de treinamento técnico e tático. Após o período estudado ocorreram aumentos (p < 0,05) no consumo máximo de oxigênio (6,5%), no limiar anaeróbio (17,5%), na velocidade do limiar (15,3%) e redução (p < 0,05) na frequência cardíaca máxima (-3,1%). Também houve redução (p < 0,05) no percentual de gordura (-8,2%), na gordura corporal (-7,4%) e aumento (p < 0,05) na massa magra (3,2%). Conclui-se que o treinamento neuromuscular realizado na fase preparatória de treinamento contribuiu para o aumento da capacidade cardiorrespiratória e massa magra e para redução do percentual de gordura e a gordura corporal das atletas de voleibol.

Keywords : capacidade aeróbia; mulheres; preparação física; antropometria.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese