SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue5Influence of moderate physical training on the artery wall structure of rats submitted to gestational and neonatal protein malnutritionAssociation between scapular dyskinesia and shoulder pain in swimmers author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

JANNIG, Paulo Roberto et al. Influência da ordem de execução de exercícios resistidos na hipotensão pós-exercício em idosos hipertensos. Rev Bras Med Esporte [online]. 2009, vol.15, n.5, pp. 338-341. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922009000600003.

Existem evidências de que exercícios resistidos contribuem para o controle de hipertensão arterial sistêmica, porém, são necessários estudos que indiquem a melhor forma de utilizá-los. O objetivo deste estudo foi analisar a influência da ordem de execução de exercícios resistidos na hipotensão pós-exercício em idosos com hipertensão arterial bem controlada. A amostra foi composta por oito idosos com hipertensão arterial sistêmica bem controlada (quatro homens e quatro mulheres). No protocolo 1 (P1) foram realizados inicialmente três exercícios para membros superiores e, posteriormente, três exercícios para membros inferiores. No protocolo 2 (P2) a sequência foi inversa. Já no protocolo 3 (P3) os exercícios foram realizados de forma alternada. Todos os exercícios foram realizados em três séries de 12 RM. Após cada protocolo a pressão arterial (PA) foi verificada em intervalos de 10 minutos, até 60 minutos pós-exercício. Os dados obtidos foram analisados através da ANOVA de fator duplo e fator único com post-hoc de Tukey e teste t de Student pareado com distribuição bicaudal (p < 0,05). Em relação ao repouso, as seis verificações de PA pós-exercício de P1 não apresentaram diferenças significativas; no P2 foram significantemente diferentes apenas as verificações de 20 e 40 minutos na PAS; no P3 foram observadas diferenças significativas em todas as seis verificações da PAS e nas de 10, 20, 30 e 60 minutos da PAD. A verificação de 20 minutos na PAD do P3 demonstrou-se significantemente diferente das de 20 minutos de P1 e P2. Conclui-se que a ordem de realização de exercícios resistidos em idosos com hipertensão arterial bem controlada influenciou na duração da resposta hipotensiva, mas não diretamente em sua magnitude.

Keywords : pressão arterial; massa muscular; tratamento não farmacológico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese