SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue2Influence of the training status on the blood pressure behavior after a resistance training session in hypertensive older femalesThe effect of different recovery intervals between sets of strength training on muscular force in trained older women author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

MENDONCA, Luciana De Michelis et al. Avaliação muscular isocinética da articulação do ombro em atletas da Seleção Brasileira de voleibol sub-19 e sub-21 masculino. Rev Bras Med Esporte [online]. 2010, vol.16, n.2, pp. 107-111. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922010000200006.

INTRODUÇÃO E OBJETIVO: A musculatura do complexo do ombro possui um papel importante na produção de força e potência articular no voleibol, permitindo a realização do gesto esportivo de maneira coordenada. A documentação objetiva produzida pela avaliação isocinética auxilia no diagnóstico e na prevenção de lesões do complexo do ombro, além de ser uma ferramenta útil no prognóstico do retorno rápido e seguro para a prática esportiva do atleta lesionado. O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho muscular isocinético dos músculos rotadores laterais e mediais da articulação glenoumeral em atletas de voleibol da Seleção Brasileira Masculina sub-19 e sub-21. MÉTODOS: O protocolo realizado durante o teste foi de cinco repetições máximas de rotação lateral e medial de ombro no modo concêntrico-concêntrico na velocidade de 60º/s e 30 repetições na velocidade de 360º/s. Análise de variância (ANOVA) mista foi utilizada para avaliar as variáveis dependentes: trabalho máximo e torque máximo normalizados pela massa corporal dos músculos rotadores laterais e mediais do ombro, razão agonista/antagonista nas duas velocidades e índice de fadiga muscular. RESULTADOS: A análise dos dados demonstrou haver um desequilíbrio entre os rotadores laterais e mediais (razão agonista/antagonista) da articulação do ombro em atletas brasileiros de voleibol da categoria sub-21, revelando menor força relativa dos rotadores laterais. CONCLUSÃO: Foi possível identificar alterações em atletas de voleibol que, associadas a demandas específicas do esporte, podem levar à sintomatologia no complexo do ombro e/ou queda da performance.

Keywords : torque; ombro; lesões esportivas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese