SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue2Isokinetic muscular assessment of the shoulder joint in athletes from the male under-19 and under-21 Brazilian volleyball teamsEpidemiological assessment of injuries and physical profile of amateur soccer players in the western region of São Paulo author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

JAMBASSI FILHO, José Claudio et al. O Efeito de diferentes intervalos de recuperação entre as séries de treinamento com pesos, na força muscular em mulheres idosas treinadas. Rev Bras Med Esporte [online]. 2010, vol.16, n.2, pp. 112-115. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922010000200007.

O objetivo do presente estudo foi verificar a influência de dois diferentes intervalos de recuperação (IR) entre séries de repetições de treinamento com pesos (TP), no desempenho da força muscular em mulheres idosas treinadas. Dez mulheres idosas (66,6 ± 5,8 anos), com experiência prévia em TP, realizaram o seguinte protocolo: a) o teste de repetições máximas (10-12RM) no exercício Rosca Scott para bíceps; b) com a carga encontrada no teste de 10-12RM, outras duas sessões de teste (separadas por 48 horas), agora com três séries, foram realizadas até a fadiga muscular em cada série. Dois diferentes IR foram utilizados para diferenciar essas duas sessões, isto é, numa sessão o IR era de 90 segundos (IR 90) entre as séries e na outra, de 180 segundos (IR 180). O teste t de Student para amostras dependentes mostrou que o volume total da sessão de teste com IR 180 foi estatisticamente superior (19%; P < 0,05) ao da sessão com IR 90 (27,5 ± 3,4 e 23,1 ± 3,3 repetições, respectivamente). A ANOVA two-way (2x3), tendo como fatores IR e número de repetições de cada uma das três séries, para medidas repetidas no último fator, apresentou interação significativa (F(1,18) = 4,62; P = 0,02), demonstrando que a sustentabilidade das repetições é dependente da duração do IR. Conclui-se que o emprego de diferentes IR tem importante influência sobre o volume total de uma sessão de TP e no número de repetições em múltiplas séries subsequentes. Tais achados podem apresentar relevante implicação para a intervenção profissional com TP para mulheres idosas treinadas.

Keywords : treinamento resistido; envelhecimento; fadiga muscular.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese