SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue2The effect of different recovery intervals between sets of strength training on muscular force in trained older womenEffects of resistance training on low bone density-related variables in menopausal women taking alendronate author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

ZANUTO, Everton Alex Carvalho; HARADA, Hiroyuki  and  GABRIEL FILHO, Luís Roberto Almeida. Análise epidemiológica de lesões e perfil físico de atletas do futebol amador na região do Oeste Paulista. Rev Bras Med Esporte [online]. 2010, vol.16, n.2, pp. 116-120. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922010000200008.

INTRODUÇÃO: O conhecimento do perfil físico ideal para cada função e das lesões que mais acometem cada atleta é essencial para o sucesso de uma equipe. Este estudo teve dois objetivos: (a) definir o perfil físico dos atletas e (b) estudar epidemiologicamente as lesões sofridas, durante a Copa Municipal de Futebol Amador. METODOLOGIA: Foram avaliados 50 atletas divididos em cinco grupos: goleiros (GO), zagueiros (ZA), laterais (LA), meio-campistas (MC) e atacantes (AT). As lesões foram classificadas, pelo local, mecanismo, gravidade e posição do jogador. RESULTADOS: O perfil físico dos atletas foi: altura de 1,74 ± 0,07m, peso de 74,93 ± 8,17kg, percentual de gordura de 15,19 ± 3,03%, flexibilidade de 27,56 ± 12,0cm e idade de 25,32 ± 4,41 anos. A análise realizada revelou diferenças significativas entre as variáveis altura (p < 0,001) e peso (p = 0,021) em relação à posição dos atletas em campo, e correlação entre incidência de lesões e diminuição da flexibilidade. Foram registradas 21 lesões em 53 partidas, correspondendo a 0,40 lesões por jogo, ou 12 lesões por 1.000 horas/atleta. As lesões com contato físico representaram 57%; nove lesões (43%) foram classificadas como leves e apenas cinco (24%) foram consideradas graves. CONCLUSÃO: O perfil físico dos atletas avaliados foi similar ao anteriormente referenciado, homogêneo nas variáveis percentual de gordura corpórea, flexibilidade e idade; houve diferença estatística significativa na altura e peso, a incidência de lesões foi menor do que em estudos prévios, o local acometido, a circunstância em que ocorreram, e a correlação com a flexibilidade foi coerente com a literatura.

Keywords : futebol amador; biótipo; lesão esportiva; mecanismos de lesões; flexibilidade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese