SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número4Comparação das respostas fisiológicas e perceptuais obtidas durante caminhada na esteira em ritmo autosselecionado entre os sexosA Percepção de Esforço no Treinamento de Força índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692

Resumo

DECHECHI, Clodoaldo José et al. Estudo dos efeitos de temporada de treinamento físico sobre a Performance de uma equipe de handebol feminino sub-21. Rev Bras Med Esporte [online]. 2010, vol.16, n.4, pp. 295-300. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922010000400013.

O handebol é um esporte que demanda resistência associada a ações rápidas e potentes, como saltos, bloqueios, sprints e arremessos. O objetivo deste estudo foi avaliar os efeitos de treinamento físico sistematizado de 38 semanas aplicado em uma equipe de handebol feminino sub-21 sobre a potência de membros superiores e inferiores, velocidade e resistência de sprints de 30m. A periodização consistiu de adaptação da teoria de cargas concentradas e objetivou dois picos de performance durante a temporada, com seis coletas de dados. Os valores de mediana e amplitude de variação dos dados (entre parênteses) para o teste de arremesso de medicine ball de 3kg foram: 2,98m (2,15-3,50), 2,84m (2,43-3,20), 2,90m (2,60-3,38), 3,10 (2,83-3,81), 2,84 (2,55-3,57) e 3,34 (2,93-3,83). Para o teste de salto triplo horizontal alternado: 5,60m (4,93-6,58), 5,37m (5,04-6,38), 5,36m (4,93-6,12), 5,65m (4,80-6,78), 5,63m (5,00-6,40) e 5,83m (5,14-6,05). Para o teste de velocidade de sprint de 30m: 5,8m/s (5,45-6,44), 6,64m/s (6,24-7,09), 5,65m/s (5,17-5,95) (não houve coleta IV para esta capacidade), 6,19m/s (5,57-6,26) e 5,83m/s (5,14-6,05). Para o número de sprints até queda de 10% velocidade de 30m: 4 (4-6), 5 (4-9), 4,5 (4-16) (não houve coleta IV para esta capacidade), 6 (4-12) e 5 (4-5). Observamos diferenças estatisticamente significativas nos testes de arremesso de medicine ball de 3kg e salto triplo horizontal em relação aos testes do início da temporada (p < 0,05) em pelo menos um dos períodos planejados para obtenção do pico de performance, sem melhoras significativas na velocidade média e resistência de sprints de 30m. O treinamento aplicado foi eficiente para a melhoria do condicionamento físico específico nos picos de performance, propiciando também melhor ajuste no treinamento para a próxima temporada.

Palavras-chave : handebol; performance; treinamento físico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português