SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue6Muscle morphological changes in response to passive stretching in an animal model of prolonged immobilization of hind limbPhysiological aspects of competitive mountain biking author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

CAVALCANTI, Alessandro Leite et al. Avaliação in vitro do potencial erosivo de bebidas isotônicas. Rev Bras Med Esporte [online]. 2010, vol.16, n.6, pp. 455-458. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922010000600012.

Isotônico é uma bebida destinada a reidratar, bem como repor eletrólitos, carboidratos e outros nutrientes. O objetivo deste estudo in vitro foi avaliar o pH endógeno, a acidez total titulável (ATT) e o teor de sólidos solúveis totais (SST) de nove bebidas isotônicas à temperatura ambiente (±23ºC) e após resfriamento (±9ºC). A avaliação do pH foi feita por potenciometria e a capacidade tampão foi realizada por meio da diluição de cada uma das substâncias. Incrementos de 0,1NKOH foram adicionados até que se atingisse a neutralidade. As leituras dos SST foram feitas por refratometria usando o refratômetro de Abbé. As médias do pH variaram de 2,03 (Gatorade Tangerina®) a 2,93 (Marathon Limão®) e todos as bebidas mostraram pH abaixo do valor crítico de 5,5. As médias da ATT variaram de 0,10 para o Marathon Limão® a 0,32 para o Gatorade Tangerina®. O Gatorade Tangerina® apresentou o menor valor de SST (6,33%) e o Marathon Guaraná e Açaí® mostrou o maior valor de SST (12,50%). Foram observadas diferenças estatisticamente significantes entre as temperaturas para o pH (G3, G4, G5, G6 e G8), para os SST (G2, G3, G6 e G9) e para a ATT (G2, G3 e G5). Ao se comparar os grupos 1 e 3 (Marathon Guaraná Açaí® x Gatorate Guaraná Açaí®) observou-se diferença estatisticamente significante entre em relação ao pH para a temperatura ambiente, em relação aos SST para as temperaturas ambiente e a ±9ºC e para a ATT na temperatura ambiente. As bebidas analisadas apresentaram baixo pH endógeno, podendo as mesmas serem consideradas potencialmente erosivas aos tecidos dentais se consumidas de modo inadequado e com elevada frequência. Com relação à temperatura, recomenda-se a ingestão dessas bebidas resfriadas.

Keywords : erosão dentária; esmalte dentário; alimentos para praticantes de atividade física.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese