SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número5Relação entre a cinética do consumo de oxigênio e a estratégia de corrida em uma prova de 10kmAvaliação da capacidade máxima de exercício: uma revisão sobre os protocolos tradicionais e a evolução para modelos individualizados índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692

Resumo

ARAUJO, Claudio Gil Soares de  e  SARDINHA, Aline. Índice-H dos artigos citantes: uma contribuição para a avaliação da produção científica de pesquisadores experientes. Rev Bras Med Esporte [online]. 2011, vol.17, n.5, pp. 358-362. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922011000500013.

INTRODUÇÃO: Há um crescente interesse e necessidade em avaliar a qualidade da produção científica dos pesquisadores. Para tal, as métricas mais importantes são: número de citações, número médio de citações por artigo indexado e o índice-H. Contudo, essas métricas apresentam limitações na avaliação do potencial de impacto das publicações de um pesquisador, especialmente dentre aqueles mais produtivos. OBJETIVO: Propor e demonstrar a utilização de uma nova métrica científica - índice-H dos artigos citantes, que permite refinar a discriminação do impacto das publicações de pesquisadores experientes sobre o conhecimento existente em sua área. MÉTODOS: Foram analisados dados da Web of Science de 13 dentre os pesquisadores doutores brasileiros mais produtivos na área de exercício físico e esporte, incluindo: número de artigos publicados, número de citações, número médio de citações por artigos, índice-H e o índice-H dos artigos citantes, ou seja, o índice-H obtido a partir da ordenação decrescente dos artigos que citaram artigos publicados pelo pesquisador. Dados de quatro outros pesquisadores - brasileiros e estrangeiros - foram usados como marcos de referência para comparações. RESULTADOS: Os índice-H do pesquisador e o dos artigos citantes são associados (r = 0,92; p > 0,01), porém, quando são analisados os seis pesquisadores mais produtivos, com índices-H acima de 7, a associação entre os dois índices-H desaparece (r = 0,35; p = 0,49). CONCLUSÃO: O índice-H dos artigos citantes pode contribuir para diferenciar a produção científica de pesquisadores com um grande número de artigos publicados. Sugere-se a adoção de sua mensuração pelas agências brasileiras e estrangeiras de fomento e de avaliação da produção científica.

Palavras-chave : cienciometria; citações; pesquisa; avaliação; fator de impacto.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês