SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue6Analysis of the FIFA's model of physical evaluation applied to the soccer referees author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

CARVALHO, Tales de; MARA, Lourenço Sampaio de  and  ULBRICH, Anderson. Reposição hormonal e exercício físico no tratamento da insuficiência cardíaca: revisão sistemática. Rev Bras Med Esporte [online]. 2011, vol.17, n.6, pp. 431-434. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922011000600013.

FUNDAMENTAÇÃO: A despeito do pleno uso da terapia farmacológica e não farmacológica, persistem as expressivas morbidade e mortalidade decorrentes da insuficiência cardíaca (IC). No contexto terapêutico é relevante a inibição das inadequadas adaptações neuro-hormonais e metabólicas, sendo bem conhecida a deficiência anabólica que se instala na IC. Mas somente recentemente surgiram alguns estudos sobre os benefícios que adviriam da terapia de reposição ou suplementação de testosterona (TRT). OBJETIVOS: Pesquisar estudos que abordem a TRT na insuficiência cardíaca (IC), em especial os desenvolvidos no cenário ideal de tratamento clínico, que inclui programa de exercício físico. MÉTODOS: Foram consultadas as bases de dados SciELO e PubMed, a base de dados Cochrane de Revisões Sistemáticas e o Registro de Ensaios Controlados da Colaboração Cochrane. RESULTADOS: Os poucos estudos sobre TRT em pacientes com IC evidenciaram melhora da função hemodinâmica, da resistência à insulina, da capacidade funcional e das respostas neuro-hormonal e neuromuscular, evidenciaram as controvérsias quanto à influência sobre o perfil inflamatório, e não constataram mudanças na função e na estrutura cardiovascular central. Entretanto, não foi encontrado nenhum estudo sobre TRT concomitante ao programa de exercícios físicos. CONCLUSÕES: O estágio atual de conhecimento, embora baseado em poucos estudos, permite considerar a TRT no tratamento de pacientes com IC. Não está bem definida a forma ideal da TRT, no que diz respeito à duração do tratamento, critérios de inclusão e exclusão etc. Existe uma grande lacuna na literatura, chamando atenção à inexistência de estudos sobre a TRT concomitante ao tratamento clínico pleno, que inclui um programa de exercícios físicos.

Keywords : disfunção ventricular; testosterona; atividade física.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese