SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue1Relationship among physical activity level, balance and quality of life in individuals with hemi paresisIntra and inter examiner reliability and measurement error of goniometer and digital inclinometer use author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

BARBOSA, Gisele et al. Tradução e adaptação cultural para o português do Brasil do western ontario shoulder instability index (WOSI). Rev Bras Med Esporte [online]. 2012, vol.18, n.1, pp. 35-37. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922012000100007.

INTRODUÇÃO: A instabilidade no ombro é um problema comum que afeta pacientes, mais frequentemente, na segunda e terceira décadas de vida e atletas que participam de esportes de arremesso ou de contato. Entre suas consequências estão dor, decréscimo no nível de atividade e um decréscimo geral na qualidade de vida. Muitos tratamentos têm sido propostos para os diversos tipos de instabilidade; entretanto, existem poucos instrumentos de avaliação que comprovem sua eficácia. Para utilização de medidas de avaliação em saúde desenvolvidas e utilizadas em outro idioma é necessário realizar a equivalência transcultural, sendo desnecessário criar e validar outro instrumento que avalie a condição de interesse. O objetivo deste estudo foi realizar a tradução e a adaptação cultural do questionário WOSI (The Western Ontario Shoulder Instability Index) para a língua portuguesa do Brasil. MATERIAIS E MÉTODOS: O protocolo aplicado consistiu em: 1) preparação, 2) tradução, 3) tradução de volta à língua original (retrotradução), 4) interrogatório cognitivo, e 5) relato de informações. Ao serem concluídas as etapas de tradução e retrotradução, as versões foram enviadas para os autores do WOSI original, que aprovaram para continuação do estudo. A versão em português foi aplicada em 35 pacientes com instabilidade no ombro para verificar o nível de compreensão do instrumento. A versão brasileira final do WOSI foi definida após conseguir menos que 15% de "não compreensão" em cada item. Para análise das variáveis, foi utilizada estatística descritiva. RESULTADOS: Para obter a equivalência cultural foram realizadas modificações e alterações de termos sugeridas pelos pacientes para os itens "não compreendidos". CONCLUSÃO: Após a tradução e adaptação cultural do questionário, a versão em português do WOSI foi concluída.

Keywords : instabilidade; questionário; tradução; qualidade de vida.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese