SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Associação do valgo dinâmico do joelho no teste de descida de degrau com a amplitude de rotação medial do quadrilAvaliação do déficit de rotação medial e do encurtamento posterior do ombro em jogadores profissionais de basquetebol índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692

Resumo

CUNHA, Ronaldo Alves da; DIAS, Andreia Natacha; SANTOS, Marcelo Bannwart  e  LOPES, Alexandre Dias. Estudo comparativo de dois protocolos de exercícios excêntricos sobre a dor e a função do joelho em atletas com tendinopatia patelar: estudo controlado e aleatorizado. Rev Bras Med Esporte [online]. 2012, vol.18, n.3, pp. 167-170. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/S1517-86922012000300006.

INTRODUÇÃO: O agachamento excêntrico em plano inclinado tem-se mostrado eficaz no tratamento conservador da tendinopatia patelar, especialmente na população atlética. Entretanto, diversos aspectos, como intensidade e dor durante a realização da terapia, ainda apresentam divergências entre autores. Objetivos: Comparar a eficácia de dois protocolos de exercício excêntrico (executado com e sem dor), na melhora da função do joelho e na intensidade da dor em atletas com tendinopatia patelar. MÉTODOS: Foram selecionados 17 atletas de ambos os gêneros com diagnóstico de tendinopatia patelar e aleatoriamente distribuídos em dois grupos de tratamento. Os voluntários do primeiro grupo realizaram exercícios de agachamento excêntrico em plano inclinado com dor no tendão patelar. Os voluntários do segundo grupo foram orientados a realizar o mesmo exercício, porém sem apresentar dor no tendão patelar durante a realização. O tratamento teve a duração de 12 semanas e a avaliação de dor e função foi realizada pelo VISA-P e pela EVA antes de iniciar o tratamento, com oito semanas de intervenção e ao término do tratamento. RESULTADOS: Houve uma melhora em ambos os grupos quando comparados os resultados das avaliações realizadas após oito e 12 semanas do início do tratamento com a avaliação inicial, porém não houve diferença significativa entre o grupo que realizou exercício com dor e o grupo que executou os exercícios sem dor. Na análise da probabilidade de obtenção de uma melhora clínica para os escores de VISA e EVA em oito e 12 semanas, não houve nenhuma diferença entre os dois grupos. CONCLUSÃO: Um programa de exercício excêntrico usando agachamento em plano inclinado, realizado com ou sem a presença de dor, foi eficaz na melhora da dor e da função em atletas com tendinopatia patelar.

Palavras-chave : tendão patelar; reabilitação; esporte.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · pdf em Português | Inglês