SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue1Creatine and resistance training: effect on hydration and lean body massAssessment of Wistar rats soleus ovariectomized and remobilized in water author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

ROSSI, Luciana  and  TIRAPEGUI, Julio. Avaliação da dependência à prática de karatê e a sua relação com o tempo de treino. Rev Bras Med Esporte [online]. 2015, vol.21, n.1, pp.32-35. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/1517-86922015210102060.

INTRODUÇÃO:

a prática de artes marciais tem se tornado uma atividade em grande ascensão, seja no âmbito recreacional ou competitivo. Embora sejam inegáveis os benefícios da prática regular de exercícios físicos, crescem as evidências do excesso de treino entre atletas e desportistas de diferentes modalidades, chegando mesmo à dependência da prática em situações negativas e patológicas. Este excesso, denominado Dependência da Prática de Exercícios (DPE), pode se apresentar na forma primária ou secundária.

OBJETIVO:

avaliar a Dependência da Prática de Karatê (DPK) em atletas e desportistas para determinar a prevalência e o grau de dependência e sua associação a comportamentos de risco.

MÉTODOS:

foram recrutados 46 indivíduos de ambos os sexos, com média de 45,4(10,6) anos, 74,8(10,7) kg, 173,1(7,2) cm, cujo índice de massa corporal de 24,89(2,93) kg/m2 os classificou como eutróficos. Nós consideramos medidas antropométricas, índices de uma escala de dependência adaptada para DPK, e informações sobre a percepção da autoimagem corporal.

RESULTADOS:

foi constatado um índice significativamente maior de DPK em atletas mais experientes, porém quanto à insatisfação da autoimagem corporal, esta foi significativa apenas no grupo de praticantes menos experientes.

CONCLUSÃO:

a aplicação da Escala de DPK mostrou-se útil na detecção de dependência em praticantes de karatê em relação ao tempo de treino, embora não se tenha indicação de desdobramentos negativos advindos deste quadro de dependência. Recomenda-se a aplicação desta escala para as diferentes artes marciais, a fim de determinar, nos diferentes estilos, as motivações e possíveis consequências de um engajamento patológico no esporte.

Keywords : artes marciais; exercício; questionário.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )