SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue1Evaluation of the quality of life and sleep in Brazilian paralympic athletesPhysical exercise and cardiovascular risk factors in obese women in the postmenopausal period author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692

Abstract

KRUG, Rodrigo de Rosso; LOPES, Marize Amorim  and  MAZO, Giovana Zarpellon. Barreiras e facilitadores para a prática da atividade física de longevas inativas fisicamente. Rev Bras Med Esporte [online]. 2015, vol.21, n.1, pp.57-64. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/1517-86922015210101673.

INTRODUÇÃO:

o avanço da idade ocasiona uma diminuição das capacidades físicas, aumentando o risco de inatividade física nas idades mais avançadas.

OBJETIVO:

analisar as percepções quanto às barreiras e os facilitadores para a prática de atividade física.

MÉTODOS:

desenvolveu-se um estudo qualitativo, com 30 idosas fisicamente inativas, participantes dos Grupos de Convivência cadastrados na Prefeitura Municipal de Florianópolis-SC. Para a coleta de dados, foi utilizado o roteiro das questões norteadoras dos grupos focais e os dados foram tratados pela análise de conteúdo temática.

RESULTADOS:

as idosas fisicamente inativas perceberam mais barreiras do que facilitadores para a prática de atividades físicas. As principais barreiras foram: a limitação física, a falta de disposição, o excesso de cuidado da família, os exercícios físicos inadequados, as doenças, a falta de segurança, o casamento e o cuidar dos filhos, nunca ter realizado atividades físicas para lazer, o medo de quedas e o aumento da idade. Os principais facilitadores foram: o prazer pela prática de atividade física, a socialização, os benefícios da atividade física, os exercícios físicos adequados, ter companhia para praticar atividades físicas e o programa de atividades físicas da Prefeitura Municipal de Florianópolis-SC.

CONCLUSÃO:

o conhecimento dessas barreiras e facilitadores pode contribuir para o planejamento de estratégias a serem aplicadas em intervenções com a população de idosas fisicamente inativas, buscando modificações de comportamentos para a adoção de um estilo de vida ativo, que lhes proporcionará anos de vida com melhor capacidade funcional, condições de saúde e independência.

Keywords : idoso de 80 anos ou mais; estilo de vida sedentário; motivação.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )