SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número2Índice tornozelo-braço nos pacientes submetidos à programa de exercício supervisionadoAssociação de força e nível de atividade física à densidade mineral óssea na pós-menopausa índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692

Resumo

ALVES, Adriano Lima et al. Análise individual das concentrações da creatina quinase em jogadores de elite do futebol brasileiro. Rev Bras Med Esporte [online]. 2015, vol.21, n.2, pp.112-116. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/1517-86922015210202167.

OBJETIVO:

determinar o perfil individual das concentrações sanguíneas de creatina quinase em jogadores de futebol de elite, bem como, analisar as concentrações de CK em diferentes períodos durante o campeonato brasileiro.

MÉTODOS:

a CK de repouso de 17 jogadores de futebol foi avaliada antes da competição pré-temporada e após as partidas 36 e 46 horas após os jogos CKGamepara obter a CK sanguínea individual. O teste de Chi-quadrado foi utilizado para analisar a CK individual durante a temporada. A temporada competitiva foi dividida em três períodos: inicial, intermediário e final. A ANOVA one-way com medidas repetidas seguida pelo teste post hoc Student-Newman-Keuls foi utilizada para comparar a CK individual de cada jogador de futebol em cada período competitivo. O nível de significância adotado foi de p < 0,05.

RESULTADOS:

a maior frequência da CK individual foi encontrada no segundo quartil 71 observações e a menor frequência no primeiro 26 observações e no quarto quartil 40 observações em comparação com o número esperado de 45,8 x2= 22,21. As concentrações de CK foram menores nos períodos intermediário média = 66,99% e final média = 60,21% do que no período inicial média = 89,33%.

CONCLUSÃO:

os jogadores de futebol não apresentaram dano muscular elevado e provavelmente uma adaptação muscular ocorreu na competição, devido à redução observada das concentrações de CK.

Palavras-chave : futebol; força muscular; creatina/sangue.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )