SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue3SWEAT RATE MEASUREMENTS AFTER HIGH INTENSITY INTERVAL TRAINING USING BODY WEIGHTDAILY HEMATOLOGIC ASSESSMENT DURING A 230-KM MULTISTAGE ULTRAMARATHON author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

Print version ISSN 1517-8692On-line version ISSN 1806-9940

Abstract

BUSSOLLARO, Allana Kelly et al. PARÂMETROS HEMATOLÓGICOS E COMPOSIÇÃO CORPORAL DE ATLETAS DE FUTEBOL. Rev Bras Med Esporte [online]. 2018, vol.24, n.3, pp.202-205. ISSN 1517-8692.  http://dx.doi.org/10.1590/1517-869220182403171040.

Introdução:

Os atletas de futebol podem apresentar alterações hematológicas que podem comprometer o seu estado de saúde. Além disso, a composição corporal inadequada pode prejudicar o respectivo desempenho.

Objetivo:

Avaliar a composição corporal e as alterações hematológicas ao longo de um ano em atletas de futebol.

Métodos:

Realizou-se um estudo observacional retrospectivo. Foram coletados dos prontuários dos atletas dados referentes à idade, peso, estatura, composição corporal, hemograma, ferro sérico, ferritina sérica, transferrina sérica e capacidade total de ligação do ferro nos meses de janeiro, maio e agosto de 2015 e janeiro de 2016. O índice de massa corporal também foi calculado. Para as análises estatísticas foram utilizados o teste Anova e o teste post-hoc Tukey para as variáveis quantitativas e o teste de Qui-quadrado para as variáveis qualitativas. O nível de significância adotado foi de p<0,05.

Resultados:

Foram avaliados os dados de 51 atletas, com média de idade de 23,53 ± 3,11 anos, 77,10 ± 6,56 kg, 1,80 ± 0,07 m e 15,6 ± 2,89% de gordura corporal (GC). Observou-se alteração significativa (p<0,05) do volume corpuscular médio, da hemoglobina corpuscular média, da concentração de hemoglobina corpuscular média, do tamanho celular e dos eosinófilos durante o período avaliado. Dentre os atletas, 21,6% apresentaram hematócrito diminuído e 3,9% apresentaram hemoglobina abaixo dos valores de referência. A % de GC maior que 16% se correlacionou significativamente com a depleção de ferro sérico (p=0,01).

Conclusão:

Pequenas alterações hematológicas significativas durante o ano de competição esportiva foram observadas, mas sem alterações significativas sobre a composição corporal. Nível de Evidência III; Estudo de pacientes não consecutivos; sem padrão de referência “ouro” aplicado uniformemente.

Keywords : Futebol; Contagem de células sanguíneas; Ferro; Anemia.

        · abstract in English | Spanish     · text in English     · English ( pdf )