SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número6CONTROLE FISIOLÓGICO NA INTERTEMPORADA DA SELEÇÃO BRASILEIRA DE HANDEBOL DE PRAIATRACKING DO ESTADO NUTRICIONAL ENTRE A INFÂNCIA E A ADOLESCÊNCIA EM ESCOLARES índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692versão On-line ISSN 1806-9940

Resumo

GIAMPA, Sara Quaglia de Campos et al. EXERCÍCIO FÍSICO MÁXIMO REALIZADO EM HIPÓXIA ALTERA O PERFIL DE HUMOR. Rev Bras Med Esporte [online]. 2018, vol.24, n.6, pp.440-445. ISSN 1806-9940.  https://doi.org/10.1590/1517-869220182406133712.

Introdução:

A prática de exercícios físicos em elevadas altitudes tem se tornado constante. Entretanto, os riscos associados a esta representam uma grande preocupação, considerando a influência de importantes agentes estressores, como hipóxia e exercício físico, sobre as respostas psicobiológicas e fisiológicas.

Objetivo:

Analisar o perfil do humor e o comportamento de variáveis fisiológicas de voluntários submetidos a um protocolo de cargas progressivas até a Exaustão Voluntária Máxima no nível do mar e em altitude simulada de 4.500 metros.

Métodos:

Para ambas as condições estudadas, os voluntários responderam a dois instrumentos que avaliam as respostas do humor, Escala de Humor de Brunel e o Visual Analogue Mood Scale, e foram submetidos à coleta de sangue para verificar a concentração de lactato sanguíneo, bem como para avaliar a saturação de oxi-hemoglobina. Esses procedimentos foram realizados antes, imediatamente depois e 30 e 60 minutos após o término do protocolo.

Resultados:

A hipóxia desencadeou efeitos negativos sobre as respostas de humor, principalmente com relação ao nível do mar. Verificou-se aumento da fadiga (p = 0,02) e da confusão mental (p=0,04) imediatamente após a prática e redução do vigor (p = 0,03) aos 30 minutos; acompanhadas da diminuição da saturação da oxi-hemoglobina imediatamente após e aos 30 minutos; constatou-se ainda, o aumento da concentração de lactato sanguíneo no momento imediatamente após (p = 0,006).

Conclusão:

As particularidades do ambiente hipóxico associadas à realização do exercício físico máximo são capazes de piorar o estado de humor e as respostas fisiológicas, o que pode modular negativamente o desempenho físico. Este estudo é do tipo clínico transversal.

Palavras-chave : Afeto; Exercício; Teste de esforço; Hipóxia.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )