SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número1POLIMORFISMOS GENÉTICOS EM ACE/ACTN3 E DESEMPENHO ATLÉTICO DE ATLETAS DE FUTEBOL FEMININOBEHAVIORAL REGULATION IN SPORT QUESTIONNAIRE (BRSQ): USO EM ATLETAS JOVENS BRASILEIROS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Medicina do Esporte

versão impressa ISSN 1517-8692versão On-line ISSN 1806-9940

Resumo

CASARIN, Cezar Augusto Souza et al. A SUPLEMENTAÇÃO DE BICARBONATO DE SÓDIO MELHORA O DESEMPENHO EM PROTOCOLO DE FADIGA ISOMÉTRICO. Rev Bras Med Esporte [online]. 2019, vol.25, n.1, pp.40-44. ISSN 1517-8692.  https://doi.org/10.1590/1517-869220192501190091.

Introdução:

A suplementação de bicarbonato de sódio (NaHCO3) tem demonstrado atenuar a fadiga e melhorar o desempenho do exercício de alta intensidade, mas os efeitos sobre a manutenção de contrações isométricas são pouco claros.

Objetivo:

Investigar o efeito do NaHCO3 no desempenho de indivíduos submetidos ao protocolo de fadiga em exercício isométrico no dinamômetro isocinético.

Métodos:

Doze homens participaram do estudo randomizado, duplo-cego, cruzado e controlado por placebo. Sessenta minutos após ingestão de 0,3 g/kg de massa corporal de NaHCO3 ou placebo, os participantes realizaram protocolo isométrico de fadiga dos extensores do joelho direito, com duração de oito minutos, a 70% da contração isométrica voluntária máxima. Foi considerado indicador de fadiga o momento em que o torque aplicado diminuiu para 50% do valor inicial. A duração da resistência foi avaliada com a manutenção da tarefa acima de 50% do torque inicial. As concentrações de lactato e pH do sangue, assim como os índices de percepção subjetiva de esforço (PSE) e dor (PSD) foram analisados. A PSE da sessão foi avaliada 30 minutos após o teste.

Resultados:

O pH sanguíneo foi maior pré-protocolo e no indicador de fadiga após ingestão de NaHCO3, assim como as concentrações de lactato sanguíneo no indicador da fadiga e ao final do protocolo (p < 0,001). A suplementação de NaHCO3 aumentou o tempo para atingir a fadiga e atenuou o declínio do pico de torque isométrico no final do protocolo (p < 0,001). A PSE e PSD foram menores ao final do protocolo com NaHCO3 e a PSE da sessão foi atenuada (p < 0,001).

Conclusão:

A suplementação de NaHCO3 melhora o desempenho de contrações isométricas sustentadas e atenua a carga interna. Nível de Evidência II; Estudos diagnósticos – Investigação de um exame para diagnóstico.

Palavras-chave : Fadiga muscular; Bicarbonato de sódio; Alcalose; Exercício.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )