SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número1A influência da escolaridade na reprodutibilidade de um questionário quantitativo de frequência alimentar para gestantesAvaliação da implantação do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc) em Pernambuco índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil

versão impressa ISSN 1519-3829

Resumo

SILVA, Esther Pereira da; LIMA, Roberto Teixeira de; FERREIRA, Nadja Laís Soares  e  COSTA, Maria José de Carvalho e. Pré-natal na atenção primária do município de João Pessoa-PB: caracterização de serviços e usuárias. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2013, vol.13, n.1, pp.29-37. ISSN 1519-3829.  https://doi.org/10.1590/S1519-38292013000100004.

OBJETIVOS: caracterizar a assistência pré-natal em Unidades básicas de Saúde envolvendo profissionais e usuárias do município de João Pessoa-PB. MÉTODOS: estudo do tipo transversal e analítico-descritivo. A fim de caracterizar o pré-natal, um instrumento específico foi elaborado com base nas diretrizes do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento reunindo questões distribuídas e analisadas segundo a tríade avaliativa: estrutura, processo e resultados. RESULTADOS: observou-se boa infra-estrutura em maior parte dos serviços; quanto ao processo, identificou-se baixa adesão aos requisitos mínimos do Programa de Humanização do Pré-natal e Nascimento (39,9%), além de baixo percentual de serviços com atividades de educação em saúde (45,5%) e avaliação interna (47,7%). Para os resultados da assistência, altos percentuais de gestantes com intercorrências clínicas (60,9%), inadequada situação nutricional (56,3% sobrepeso e obesidade) e baixa prevalência de aleitamento materno exclusivo (58,05 ± 34,19 dias) foram observados. CONCLUSÕES: aspectos de processo referentes à adesão ao pré-natal, presença de serviços com atividades de educação em saúde e indicadores de avaliação interna além de questões de resultados envolvendo intercorrências clínicas, inadequada situação nutricional na gestação e baixa prevalência de aleitamento materno exclusivo são barreiras à qualidade das ações de pré-natal no âmbito da atenção primária à saúde.

Palavras-chave : Cuidado pré-natal; Atenção primária à saúde; Qualidade da assistência à saúde.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons