SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 issue2Association between prenatal guidance on breastfeeding and satisfaction with breastfeeding supportThe Food and Nutrition Surveillance System as a tool for monitoring the National Strategy for Healthy Complementary Nutrition author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil

Print version ISSN 1519-3829

Abstract

PORTO, Ana Maria Feitosa et al. Características maternas em gestações com risco de prematuridade tardia. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2013, vol.13, n.2, pp.161-166. ISSN 1519-3829.  https://doi.org/10.1590/S1519-38292013000200009.

OBJETIVOS: avaliar as características maternas na prematuridade tardia. MÉTODOS: foi realizado um estudo do tipo corte transversal, com análise secundária das gestantes incluídas em um ensaio clínico randomizado realizado no Nordeste do Brasil, no período de 2008 a 2010, entre 34 e 36 semanas. Analisadas as variáveis maternas: idade, paridade, idade gestacional, antecedentes de prematuridade e condições clínicas associadas. A análise estatística foi realizada no programa Epi-Info 3.5.3. Foram construídas tabelas de distribuição de frequência para as variáveis categóricas e calculadas medidas de tendência central e de dispersão para as numéricas. Para determinação da associação entre a frequência das morbidades por estratos de idade gestacional, utilizou-se o teste qui-quadrado de associação. Considerou-se o nível de significância de 5%. RESULTADOS: foram analisadas 273 mulheres no IMIP com risco iminente de prematuridade tardia. A idade média foi 23,1 anos, 28,6% eram adolescentes e 53,8% primíparas. A idade gestacional média foi 35 semanas. Cerca de 12% tinham antecedentes de prematuridade. As condições associadas à prematuridade tardia foram: trabalho de parto prematuro (67%), ruptura prematura das membranas (39,6%), síndromes hipertensivas (25,3%), sem haver diferença da frequência por subgrupos de idade gestacional. CONCLUSÕES: trabalho de parto prematuro espontâneo, ruptura prematura das membranas e síndromes hipertensivas foram as condições clínicas mais frequentemente associadas com prematuridade tardia.

Keywords : Complicações na gravidez; Nascimento prematuro; Morbidade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License