SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número4Comparação de métodos de regressão multivariada no estudo de determinantes da cárie dentária em criançasO "manejo de narrativas" em pesquisas qualitativas: estudo em um órgão regional de saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil

versão impressa ISSN 1519-3829

Resumo

CORREIA, Luciano Lima et al. Metodologia das Pesquisas Populacionais de Saúde Materno-Infantil: uma série transversal realizada no Estado do Ceará de 1987 a 2007. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2014, vol.14, n.4, pp.353-362. ISSN 1519-3829.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292014000400005.

Objectivo:

descrever os métodos utilizados nas Pesquisas de Saúde Materno-Infantil (PESMIC) no Ceará, durante 20 anos.

Métodos:

a série de inquéritos realizados no período de 20 anos foi analisada nos seguintes aspectos: a) Estudos transversais em série de base populacional, com amostra representativa de 8000 famílias; b) Utilizou-se questionários e medições antropométricas, estudando-se níveis e causas de mortalidade infantil, prevalência de desnutrição da mãe e da criança, duração da amamentação, cobertura vacinal, prevalência e manejo da diarreia e acesso aos serviços de saúde materno-infantil; c) Obteve-se como resultado as variáveis desfechos (principal mortalidade infantil) e diversos determinantes materno-infantis e socioeconómicos.

Resultados:

o índice de resposta foi de quase 100% nos cinco inquéritos realizados (1986-2007), e ocorreram importantes mudanças nos indicadores sociodemográficos e de saúde; redução de 81% da taxa de mortalidade infantil, aumento de 43% da taxa de amamentação; índice de imunização de 95%. Observou-se aumento de 243% do índice de sobrepeso. Foram entrevistados no total somado dos cinco estudos: 177.132 residentes, sendo 47.508 mulheres e 13.049 crianças.

Conclusões:

recomenda-se a continuidade desses estudos utilizando-se a mesma metodologia, possibilitando analises de variações temporais.

Palavras-chave : Metodologia; Epidemiologia; Saúde da mulher; Saúde da criança; Estudos transversais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )