SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número3Comparação do desempenho cognitivo entre escolares nascidos prematuros segundo presença de hemorragia intracraniana no período neonatalAplicação do Modified Early Obstetric Warning System (MEOWS) em mulheres após gestações: um estudo descritivo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil

versão impressa ISSN 1519-3829versão On-line ISSN 1806-9304

Resumo

SANTOS, José Marcos de Jesus et al. Influência do planejamento reprodutivo e da satisfação materna com a descoberta da gravidez na qualidade da assistência pré-natal no Brasil. Rev. Bras. Saude Mater. Infant. [online]. 2019, vol.19, n.3, pp.529-535.  Epub 16-Set-2019. ISSN 1519-3829.  https://doi.org/10.1590/1806-93042019000300003.

Objetivos:

analisar a influência do planejamento reprodutivo e da satisfação das mulheres com a descoberta da gravidez nas características da assistência pré-natal.

Métodos:

estudo transversal e quantitativo realizado entre março e julho de 2018 em uma maternidade de risco habitual no Nordeste brasileiro. Foram avaliadas 652 puérperas por meio de entrevista e visualização do cartão de pré-natal. Para análise estatística foram utilizados os testes Qui-quadrado e a Razão de Chances.

Resultados:

a gravidez planejada foi referida por 42% (n= 274) e a satisfação da mulher ao descobri-la por 64,1% (n= 418) das entrevistadas. O planejamento reprodutivo se mostrou associado ao início precoce do pré-natal (OR= 2,48; IC95%= 1,61-3,82) e ao recebimento de orientação sobre a maternidade de referência para o parto (OR= 1,44; IC95%= 1,05-1,99). A satisfação da mulher ao descobrir a gravidez também se mostrou associada ao início precoce do acompanhamento (OR= 2,18; IC95%= 1,47-3,25). Ressalta-se que a realização de seis ou mais consultas de pré-natal foi menos frequente entre mulheres que não planejaram a gravidez (OR= 0,43; IC95%= 0,27-0,66) e que se sentiram insatisfeitas com essa descoberta (OR= 0,56; IC95%= 0,37-0,84).

Conclusões:

a gravidez planejada e a satisfação da mulher ao descobri-la favorecem a realização de um pré-natal com melhores indicadores.

Palavras-chave : Planejamento familiar; Saúde sexual e reprodutiva; Cuidado pré-natal; Anticoncepção.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )