SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue3Morphometric study of the midgut epithelium in larvae of Diatraea saccharalis Fabricius (Lepidoptera: Pyralidae)Effect of prey shortage on the reproduction and longevity of Supputius cincticeps (Stål) (Heteroptera: Pentatomidae) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Neotropical Entomology

Print version ISSN 1519-566X

Abstract

REIS, Paulo R.; SOUSA, Elber O.; TEODORO, Adenir V.  and  PEDRO NETO, Marçal. Efeito da densidade de presa nas respostas funcional e numérica de duas espécies de ácaros predadores (Acari: Phytoseiidae). Neotrop. Entomol. [online]. 2003, vol.32, n.3, pp. 461-467. ISSN 1519-566X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-566X2003000300013.

Ácaros da família Phytoseiidae são os inimigos naturais de ácaros-praga mais importantes e estudados. Uma questão freqüentemente levantada é se os fitoseídeos podem reduzir altas densidades de ácaros fitófagos a baixos níveis. Os estudos da resposta funcional e numérica podem contribuir para responder essa pergunta. O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de predação de Iphiseiodes zuluagai Denmark e Muma e Euseius alatus DeLeon (Acari: Phytoseiidae) como agentes de controle biológico do ácaro fitófago Brevipalpus phoenicis (Geijskes) (Acari: Tenuipalpidae), vetor do vírus da leprose-dos-citros e da mancha-anular do cafeeiro. Bioensaios foram realizados em laboratório. Fêmeas adultas de cada predador foram individualizadas em arenas de folha de citros com 3 cm de diâmetro. Fases imaturas de B. phoenicis foram oferecidas, como presas, nas seguintes quantidades/arena: 1, 2, 5, 10, 20, 30 e 35 (com sete repetições), 45 (quatro repetições), 55 (três repetições) e 70, 100, 125, 200 e 300 (duas repetições). O número de presas mortas e de ovos colocados pelo predador foram avaliados a cada 24h, durante oito dias. As presas mortas foram diariamente substituídas por novas presas. Para ambos os ácaros predadores foi constatada uma correlação positiva e altamente significativa entre o número de presas oferecidas e mortas. A oviposição média diária também aumentou em função do número de presas mortas. Nas densidades mais baixas, E. alatus matou mais B. phoenicis do que I. zuluagai, e o contrário foi observado nas densidades mais altas. É possível que E. alatus possa reduzir a população de B. phoenicis mesmo em baixas densidades do ácaro fitófago, e que I. zuluagai possa fazer o mesmo nas mais altas. O fato de E. alatus necessitar de menos presas que I. zuluagai sugere que sua sobrevivência possa ser maior do que a de I. zuluagai sob baixa densidade de presa.

Keywords : Iphiseiodes zuluagai; Euseius alatus; Brevipalpus phoenicis; citros; cafeeiro.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English