SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número4Bacillus thuringiensis survey in Brazil: geographical distribution and insecticidal activity against Spodoptera frugiperda (J.E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae)Susceptibility of Plutella xylostella (L.) (Lepidoptera: Plutellidae) to the fungi Beauveria bassiana (Bals.) Vuill. and Metarhizium anisopliae (Metsch.) Sorok índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Neotropical Entomology

versión impresa ISSN 1519-566Xversión On-line ISSN 1678-8052

Resumen

SILVA-TORRES, Christian S.A.  y  MATTHEWS, Robert W.. Desenvolvimento de Melittobia australica Girault e M. digitata Dahms (Hymenoptera: Eulophidae) parasitando pupários de Neobellieria bullata (Parker) (Diptera: Sarcophagidae). Neotrop. Entomol. [online]. 2003, vol.32, n.4, pp.645-651. ISSN 1519-566X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-566X2003000400015.

O desenvolvimento de Melittobia australica Girault e M. digitata Dahms parasitando pupários de Neobellieria (=Sarcophaga) bullata (Parker) foram estudados com densidades de um a cinco parasitóides fêmeas por pupário. Aspectos da biologia dos parasitóides tais como: número de descendentes produzidos, longevidade, e tamanho do corpo dos descendentes, podem ser afetados em função do número de parasitoides por pupário. Em geral, a porcentagem de pupários parasitados foi maior para M. digitata do que para M. australica. Independentemente da densidade de parasitóides por pupário, o número total de descendentes produzidos foi significativamente maior para M. digitata (66,5 a 158,0)que para M. australica (10,9 a 55,5). Para ambas espécies, o número de descendentes produzidos por fêmea dos parasitóides foi inversamente proporcional à densidade dos parasitóides. O aumento da densidade dos parasitóides prolongou o tempo de desenvolvimento M. australica, e ocasionou redução em M. digitata. A longevidade dos adultos emergidos de M. australica e M. digitata foi maior quando oriundos das densidades até três parasitóides por pupário, e o tamanho do corpo dos decendentes, mostrou significante redução quando aumentou a densidade de fêmeas dos parasitóides por pupário. Entretanto, a razão sexual dos descendentes não foi afetada, variando de 0,95 a 0,98 para M. australica, e de 0,95 a 0,97 para M. digitata. Os resultados mostram que M. digitata apresentou melhor desempenho que M. australica parasitando N. bullata, e ambas espécies apresentaram redução no desempenho aumentando a densidade de parasitoides por hospedeiro, sugerindo haver competição entre os descendentes.

Palabras clave : Insecta; parasitóide; hospedeiro alternativo; razão sexual; plasticidade do desenvolvimento.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons