SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número2Comportamento de parasitismo de três espécies de Eucoilinae (Hymenoptera: Cynipoidea: Figitidae) parasitóides de moscas-das-frutas (Diptera)Biologia e exigências térmicas de Trichogramma pretiosum Riley e T. exiguum Pinto & Platner (Hymenoptera: Trichogrammatidae) criados em ovos de Plutella xylostella (L.) (Lepidoptera: Plutellidae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Neotropical Entomology

versão impressa ISSN 1519-566Xversão On-line ISSN 1678-8052

Resumo

VAZ, Letícia A.L.; TAVARES, Marcelo T.  e  LOMONACO, Cecília. Diversidade e tamanho de himenópteros parasitóides de Brevicoryne brassicae L. e Aphis nerii Boyer de Fonscolombe (Hemiptera: Aphididae). Neotrop. Entomol. [online]. 2004, vol.33, n.2, pp.225-230. ISSN 1678-8052.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-566X2004000200013.

Este trabalho teve o objetivo de registrar a diversidade de himenópteros parasitóides dos pulgões Brevicoryne brassicae L. e Aphis nerii Boyer de Fonscolombe em Uberlândia, MG e verificar se o tamanho dos parasitóides se relaciona com o tamanho das múmias de duas espécies de hospedeiros. B. brassicae foram coletados em couve Manteiga (Brassica oleraceae L. var. acephala D.C.) e A. nerii em oficial-de-sala (Asclepias curassavica L.). As coletas foram realizadas mensalmente, no período de maio de 1999 a maio de 2000, em dois Jardins Experimentais. Medidas morfométricas realizadas tanto nas múmias quanto nos parasitóides foram simplificadas pela Análise de Componente Principal, obtendo-se um índice multivariado de tamanho. As espécies de himenópteros parasitas A. nerii foram as mesmas observadas em B. brassicae, porém com freqüências relativas diferentes. Em B. brassicae foram encontrados os parasitóides: Diaeretiella rapae (M'Intoch) (93,2%), Aphidius colemani Viereck (4,5%), Lysiphlebus testaceipes (Cresson) (2,3%) e os hiperparasitóides Alloxysta fuscicornis (Ashmead) (57,7%), Syrphophagus aphidivorus (Mayr) (25,1%) e Pachyneuron sp. (17,1%). Em A. nerii os parasitóides encontrados foram L. testaceipes (96,1%), A. colemani (3,9%) e os hiperparasitóides Pachyneuron sp. (85,2%) e S. aphidivorus (14,8%). O tamanho dos parasitóides correlacionou-se com o tamanho das múmias, tanto em A. nerii quanto em B. brassicae. S. aphidivorus provenientes de A. nerii foram significativamente maiores que os de B. brassicae. O mesmo não ocorreu para L. testaceipes, A. colemani e Pachyneuron sp. Múmias de A. nerii também foram significativamente maiores que as de B. brassicae. Não foi detectado dimorfismo sexual para o tamanho.

Palavras-chave : Insecta; controle biológico; interação hospedeiro-parasitóide.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons