SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número2Custo adaptativo associado à resistência de Aphis gossypii Glover (Hemiptera: Aphididae) ao inseticida carbosulfamResíduos de tiametoxam, aldicarbe e de seus metabólitos em folhas de cafeeiro e efeito no controle de Leucoptera coffeella (Guérin-Mèneville) (Lepidoptera: Lyonetiidae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Neotropical Entomology

versão impressa ISSN 1519-566Xversão On-line ISSN 1678-8052

Resumo

MICHELOTTO, Marcos D.  e  BUSOLI, Antonio C.. Efeito da época de inoculação do vírus do mosaico das nervuras por Aphis gossypii Glover (Hemiptera: Aphididae) no desenvolvimento e na produção do algodoeiro. Neotrop. Entomol. [online]. 2006, vol.35, n.2, pp.251-256. ISSN 1678-8052.  https://doi.org/10.1590/S1519-566X2006000200015.

O pulgão Aphis gossypii Glover é vetor do vírus do mosaico das nervuras do algodoeiro (VMNA), que pode ocasionar sérios prejuízos à cultura algodoeira. O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da época de inoculação do VMNA pelo pulgão no desenvolvimento e na produção das plantas de algodoeiro. O ensaio foi conduzido em casa-de-vegetação da UNESP - Universidade Estadual Paulista, em Jaboticabal, SP. Plantas de algodoeiro da cultivar CNPA ITA 90 com 20, 27, 34, 41, 48 e 55 dias após a emergência (DAE) receberam um adulto áptero e virulífero de A. gossypii, que permaneceu confinado nas plantas por um Período de Acesso à Inoculação (PAI) de 48h. Avaliou-se a percentagem de plantas com os sintomas da doença e a influência nos aspectos fenológicos das plantas de algodoeiro. A idade das plantas não influenciou a eficiência de transmissão do VMNA, com percentagens de plantas com sintomas da doença variando de 40% a 65% (20 e 48 DAE, respectivamente). A altura das plantas sofreu reduções de 54,5% (20 DAE) a 1,3% (55 DAE) em relação às plantas testemunhas. O número e diâmetro das maçãs também foram influenciados pela idade das plantas no momento da inoculação. Plantas inoculadas aos 20 DAE não produziram algodão. Plantas inoculadas aos 55 DAE produziram 20,7 g/planta, sendo significativamente inferior ao observado nas plantas sadias (35,9 g/planta). A severidade dos sintomas é diretamente relacionada com a idade das plantas de algodoeiro no momento da infecção.

Palavras-chave : Gossypium hirsutum; doença virótica; vetor.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons