SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue6Ant diversity (Hymenoptera: Formicidae) from capões in Brazilian Pantanal: relationship between species richness and structural complexityEffects of different protein concentrations on longevity and feeding behavior of two adult populations of Ceratitis capitata Wiedemann (Diptera: Tephritidae) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Neotropical Entomology

Print version ISSN 1519-566X

Abstract

LOFEGO, Antonio C.  and  MORAES, Gilberto J. de. Ácaros (Acari) associados a mirtáceas (Myrtaceae) em áreas de cerrado no estado de São Paulo com análise faunística das famílias Phytoseiidae e Tarsonemidae. Neotrop. Entomol. [online]. 2006, vol.35, n.6, pp. 731-746. ISSN 1519-566X.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-566X2006000600003.

O presente estudo teve como objetivo determinar e analisar a diversidade dos ácaros que ocorrem em Myrtaceae nativas no Cerrado paulista, com atenção especial às famílias Phytoseiidae e Tarsonemidae. Durante o ano 2000, foram coletados ácaros em oito espécies de mirtáceas em três áreas de Cerrado no estado de São Paulo. Em cada coleta foram amostradas folhas, flores e frutos de três plantas de cada espécie em cada sítio. Foram encontrados 49 gêneros de ácaros pertencentes a 14 famílias. Foram encontradas 14 espécies de Phytoseiidae e 19 espécies de Tarsonemidae. Os fitoseídeos mais abundantes foram Euseius citrifolius Denmark & Muma, Transeius bellottii (Moraes & Mesa) e Amblyseius acalyphus Denmark & Muma. As espécies mais abundantes de Tarsonemidae foram Daidalotarsonemus tesselatus DeLeon, Daidalotarsonemus folisetae Lofego & Ochoa e Metatarsonemus megasolenidii Lofego & Ochoa. Os maiores índices de diversidade de fitoseídeos e tarsonemídeos foram registrados no outono; os menores índices foram registrados no inverno para fitoseídeos e na primavera para os tarsonemídeos. Considerando-se conjuntamente todas as coletas realizadas, os índices de diversidade (Shannon) de fitoseídeos e tarsonemídeos foram bastante semelhantes, próximos de 2,0. A aparente ausência de danos causados pelos ácaros fitófagos às plantas amostradas pode estar relacionada à atuação dos ácaros predadores associados. Espécies de predadores diferentes prevaleceram em espécies de plantas distintas, indicando a complementaridade destas como reservatórios daquelas.

Keywords : Diversidade; controle biológico; ácaro predador; ácaro fitófago.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese