SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número3Estado e religiões: O exemplo da AlemanhaEvangelicals, globalization and politics in Argentina: Public interventions and divine mission índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Civitas - Revista de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 1519-6089versão On-line ISSN 1984-7289

Resumo

DE SOUZA JUNIOR, Paulo Gracino. “Fluxos e fronteiras”: Mapeando o pentecostalismo brasileiro em Portugal. Civitas, Rev. Ciênc. Soc. [online]. 2014, vol.14, n.3, pp.484-506.  Epub 09-Mar-2020. ISSN 1984-7289.  https://doi.org/10.15448/1984-7289.2014.3.16390.

Este artigo traça alguns percursos da expansão das igrejas pentecostais brasileiras em direção ao território português, analisando a assimetria no número de denominações e fiéis entre as regiões portuguesas, defendendo a tese de que certas conformações socioculturais mostram-se refratárias à implantação e limitam o crescimento das igrejas pentecostais. Assim, mais que se concentrar nos fluxos transnacionais e nas estratégias de religiões nascidas no Brasil para se estabelecer no exterior, este trabalho trata das contestações e das resistências vernaculares a esses fluxos. Para esta análise, utilizamos um duplo expediente metodológico: quantitativo, em que foram utilizados dados provenientes principalmente do censo português, e qualitativo, centrado sobretudo em depoimentos orais e análise de textos de jornais e revistas.

Palavras-chave : Transnacionalização religiosa; Pentecostalismo em Portugal; Culturas locais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )