SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 número3Repertórios organizacionais, diferenciação: regional e profissionalização da defesa de causas ambientais no Brasil índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Civitas - Revista de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 1519-6089versão On-line ISSN 1984-7289

Resumo

MALLMANN, Maria Izabel. Abordagem sistêmica da política externa do Brasil. Civitas, Rev. Ciênc. Soc. [online]. 2015, vol.15, n.3, pp.546-559. ISSN 1984-7289.  https://doi.org/10.15448/1984-7289.2015.3.20163.

Apresenta-se neste artigo uma visão geral da política externa do Brasil durante a primeira década deste século, dedicando especial atenção ao período de governo de Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2010). A análise baseia-se na compreensão de que a política externa do Brasil fundamenta-se numa tradição com importantes traços de continuidade e apresenta inflexões decorrentes de diferentes escolhas governamentais. Utiliza-se uma abordagem sistêmica que leva à compreensão da política externa do Brasil como resultado de duas ordens de fatores: ideacional e pragmática, presentes nas decisões políticas e essencialmente conflitivas entre si. O resultado dessas tensões é a ocorrência de variadas orientações de política externa ao longo do tempo. A política externa do Brasil é representada na figura de um pêndulo, cujas oscilações entre posições extremas, ilustram as situações políticas reais.

Palavras-chave : Política externa do Brasil; Autonomia e desenvolvimento; Continuidade einflexões.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )