SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número2Crianças na economia familiar do Baixo-Tapajós (Pará): Ajudar, aprender, “se acostumar” índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Civitas - Revista de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 1519-6089versão On-line ISSN 1984-7289

Resumo

ZUKER, Laura Frasco. Trabalho infantil e saúde: Revisão da literatura argentina e exploração de enfoques alternativos. Civitas, Rev. Ciênc. Soc. [online]. 2018, vol.18, n.2, pp.397-410. ISSN 1984-7289.  http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2018.2.29414.

O trabalho infantil é um dos fenômenos mais condenados no campo das problemáticas da infância. Na Argentina, as leis e programas que são aplicados em relação à regulamentação do trabalho realizado por crianças incorporam as recomendações da Organização Internacional do Trabalho, que se propõe a erradicar o trabalho infantil em geral e de forma urgente se estas se apresentam nas suas piores formas. A condenação moral e a ilegalidade do trabalho infantil são expressas na falta de pesquisa sistemática que permita contar com estatísticas atualizadas. De acordo com pesquisas recentes, existem especialmente poucos estudos que se concentram na relação entre trabalho infantil e saúde. Neste artigo, uma revisão desses estudos é realizada para indicar suas características e abrangência e, por outro lado, são exploradas abordagens alternativas que se espera que contribuam para aumentar a compreensão do assunto. O argumento central é que o risco para a saúde implicado pelo trabalho infantil é ao mesmo tempo uma concepção moral das famílias.

Palavras-chave : Infância; Trabalho; Saúde; Revisão.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )