SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Teoria do reconhecimento e democracia econômica: Potenciais não exauridosRepensando a redistribuição: Nancy Fraser e a Economia Política índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Civitas - Revista de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 1519-6089versão On-line ISSN 1984-7289

Resumo

PINZANI, Alessandro. O novo milenarismo: Sobre o fim do mundo e do capitalismo como os conhecemos. Civitas, Rev. Ciênc. Soc. [online]. 2018, vol.18, n.3, pp.539-562. ISSN 1984-7289.  http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2018.3.31141.

Nos últimos anos, a destruição do meio ambiente e as repetidas crises do capitalismo foram discutidas por uma ampla gama de livros. Mais especificamente, grande atenção tem sido dada aos conceitos de antropoceno e de segunda era da máquina. A ligação entre essas duas vertentes consiste não apenas na visão comum de que estamos enfrentando mudanças massivas em nosso modo de vida por razões ecológicas e econômicas, mas também na ideia de que esses dois fenômenos estão interconectados. Portanto, a destruição do meio ambiente é uma consequência do capitalismo e, ao mesmo tempo, o capitalismo está se aproximando de seus limites materiais e naturais. Neste artigo, vou avaliar brevemente esses diagnósticos e alguns dos remédios propostos. Além disso, apontarei algumas consequências filosoficamente relevantes do referido debate, particularmente em relação aos conceitos de liberdade e ação política.

Palavras-chave : Destruição ambiental; Antropoceno; Capitalismo; Fim do trabalho; Segunda idade da máquina.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )