SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número3Disjunções e ambivalências: Famílias migrantes nordestinas no ABC paulista índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Civitas - Revista de Ciências Sociais

versão impressa ISSN 1519-6089versão On-line ISSN 1984-7289

Resumo

OLIVEIRA, Amurabi. Arthur Ramos e a rotinização da Antropologia através de seu ensino. Civitas, Rev. Ciênc. Soc. [online]. 2019, vol.19, n.3, pp.659-674.  Epub 27-Jan-2020. ISSN 1984-7289.  http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2019.3.28480.

Arthur Ramos (1903-1949) foi um dos mais relevantes antropólogos brasileiros do século 20, não apenas devido à sua inestimável contribuição ao debate acerca das culturas afro-brasileiras, como também pelo seu papel no processo de institucionalização da Antropologia no Brasil, com destaque para a fundação em 1941 da Sociedade Brasileira de Antropologia e Etnologia (SBAE). Apesar do crescente interesse pelo seu legado intelectual, os esforços de revisita a seu trabalho pouco têm se dedicado ao processo de rotinização do conhecimento antropológico por ele desempenhado, principalmente a partir de sua atuação na Faculdade Nacional de Filosofia. Proponho-me neste trabalho analisar a rotinização do conhecimento antropológico a partir da atuação de Arthur Ramos como docente, partindo do exame de seus planos de curso, orientações para alunos etc., disponíveis para consulta no acervo da Biblioteca Nacional (BN). Trata-se de uma abordagem sobre a história da Antropologia brasileira que visa compreendê-la a partir de seu ensino, e não simplesmente a partir dos resultados das pesquisas desenvolvidas e das publicações daí resultantes.

Palavras-chave : Arthur Ramos; Ensino de Antropologia; Ensino de Ciências Sociais; Antropologia brasileira; Pensamento social brasileiro.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )