SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 número3Aspectos da ecologia do mico-estrela (Callithrix penicillata) em cerradão e cerrado denso no Planalto Central brasileiroDistribuição espacial de macrozoobentos no estuário do Arroio Solís Grande (Canelones-Maldonado, Uruguai) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Biology

versão impressa ISSN 1519-6984versão On-line ISSN 1678-4375

Resumo

WERMELINGER, E. D.  e  ZANUNCIO, J. C.. Desenvolvimento de larvas de Lutzomyia intermedia e de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae) em diferentes dietas. Braz. J. Biol. [online]. 2001, vol.61, n.3, pp.405-408. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842001000300009.

Neste trabalho, foi avaliado, em laboratório, o desenvolvimento de larvas de Lutzomyia intermedia e de Lutzomyia longipalpis (Diptera: Psychodidae: Phlebotominae), vetores de leishmanioses no Brasil, nas seguintes dietas: rações industrializadas para coelho, cachorro, hamster e peixe de aquário; pó de fígado, alface cozida, gérmem de trigo, levedo de cerveja, aveia, farelo de trigo e uma dieta denominada ração envelhecida. Com exceção do farelo de trigo para L. intermedia, todas as dietas mostraram-se adequadas para uso em insetários para flebotomíneos. L. intermedia teve melhor desenvolvimento nas dietas mais nutritivas e ambas as espécies apresentaram melhor desempenho na ração envelhecida. A importância dos fungos como complemento alimentar para L. intermedia e L. longipalpis é sugerida.

Palavras-chave : Phlebotominae; vetores; dieta; efeito de fungos.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons