SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.61 issue4Androlaelaps marmosops (Acari: Laelapidae), a new species associated with the mouse opossum, Marmosops incanus (Lund, 1840) in the Atlantic Forest of Rio de Janeiro State, BrazilEffect of arbuscular mycorrhizal fungi and soil phosphorus level on expression of protein and activity of peroxidase on passion fruit roots author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Biology

Print version ISSN 1519-6984

Abstract

BEISIEGEL, B. M.. Notas sobre o quati Nasua nasua (Carnivora: Procyonidae) em uma área de Mata Atlântica. Braz. J. Biol. [online]. 2001, vol.61, n.4, pp. 689-692. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842001000400020.

Embora Nasua nasua seja uma espécie amplamente distribuída e relativamente comum, ainda é pouco estudada. Este artigo relata observações dos quatis em uma área de Mata Atlântica, o Parque Estadual Carlos Botelho, SP (PECB). A estrutura social dos quatis parece estar de acordo com a sugerida pela literatura e a provável época de acasalamento no PECB é agosto-setembro; os filhotes devem nascer em outubro-novembro. Os quatis são, principalmente, arborícolas no PECB, ao contrário do que foi observado em outras áreas. Esta preferência pelo estrato arbóreo deve estar relacionada ao forrageamento em bromélias epífitas, que ocorreu em 90,6% dos encontros em que os quatis foram observados comendo. As bromélias são uma fonte alimentar rica e são muito mais abundantes na Mata Atlântica do que em outros locais onde os quatis foram observados. Este resultado sugere que essa espécie é capaz de ajustar suas preferências de uso de estrato e modo de forrageamento às diferentes condições ambientais sem alterar sua estrutura social básica.

Keywords : Nasua nasua; Mata Atlântica; comportamento; história de vida.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English