SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 número4ABiochemical and hematological responses of the banded knife fish Gymnotus carapo (Linnaeus, 1758) exposed to environmental hypoxiaVariability of filtration and food assimilation rates, respiratory activity and multixenobiotic resistance (MXR) mechanism in the mussel Perna perna under lead influence índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984versión On-line ISSN 1678-4375

Resumen

PATRICIO, K.  y  CRUZ-LANDIM, C.. Influência do acasalamento na diferenciação do ovário em rainha adulta de Apis mellifera L. (Hymenoptera, Apidae). Braz. J. Biol. [online]. 2002, vol.62, n.4a, pp.641-649. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842002000400012.

Os resultados do presente trabalho demonstram que nos ovaríolos da rainha de Apis mellifera recém-emergida (0 dia) apenas duas regiões podem ser distinguidas: um curto germário proximal e um longo filamento terminal distal. À medida que a rainha amadurece e fica pronta para o vôo nupcial, o comprimento do germário aumenta e avança em direção à região distal e o filamento terminal diminui. Os ovaríolos da rainha pronta para acasalar (6 a 8 dias) têm 1 ou 2 folículos ovarianos, isto é, um vitelário proximal muito pequeno, mas a vitelogênese propriamente dita somente se inicia após a fecundação. Nas rainhas não acasaladas os ovaríolos se desestruturam (12-16 dias). Nas rainhas acasaladas os ovários apresentam os ovaríolos divididos em três regiões, do ápice para a base: um filamento terminal pequeno, um germário médio e um vitelário muito longo. Quando os ovos são postos, os folículos esvaziados colapsam, produzem um corpo lúteo e finalmente degeneram.

Palabras clave : acasalamento; germário; vitelário; ovócito.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons