SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.63 issue1Ventilatory behaviors of the toad Bufo marinus revealed by coherence analysisMortality and recruitment of trees in a secondary montane rain forest in Southeastern Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Biology

Print version ISSN 1519-6984

Abstract

COELHO, F. C.  and  SMATRESK, N. J.. Comportamento respiratório em repouso de sapos minimamente implantados - efeitos de apnéias de longa duração sobre o pH e gases sanguíneos. Braz. J. Biol. [online]. 2003, vol.63, n.1, pp. 35-45. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842003000100006.

O comportamento respiratório em repouso de Bufo marinus é descrito em animais minimamente implantados por um período de 24 horas, durante as quais os animais permanecem em total isolamento. Um estado de torpor associado a longas apnéias é descrito, e suas implicações sobre os níveis de gases sanguíneos é investigada. Os resultados mostram que o ritmo ventilatório em repouso de Bufo marinus é muito mais baixo do que o relatado na literatura até o presente. Os níveis arteriais de oxigênio, dióxido de carbono e pH foram monitorados durante longas apnéias induzidas artificialmente por meio de anestesia. Os sapos demonstraram capacidade surpreendente de eliminar dióxido de carbono por meios não respiratórios mesmo estando confinados em uma caixa plástica seca sem acesso a água. A pressão parcial de oxigênio arterial caiu a níveis extremamente baixos após uma hora de apnéia. Esses resultados sugerem que esses animais podem suportar muito bem hipoxia severa por longos períodos durante o estado de torpor.

Keywords : anfíbio; Bufo marinus; fisiologia respiratória; apnéia; respiração episódica.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English