SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 número2Notas preliminares sobre leveduras associadas com cactos necrosados em diferentes localidades no BrasilO status nutritivo do zooplâncton em um reservatório tropical: efeitos da qualidade e da estrutura da comunidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Biology

versão impressa ISSN 1519-6984versão On-line ISSN 1678-4375

Resumo

MORAES, G. et al. Ajustes metabólicos do muçum (Synbranchus marmoratus, Bloch 1795) - um peixe de respiração aérea facultativa - durante semi-estivação. Braz. J. Biol. [online]. 2005, vol.65, n.2, pp.305-312. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842005000200015.

Foram investigadas variações metabólicas em muçum (Synbranchus marmoratus) após 15 e 45 dias de semi-estivação artificial induzida, com ênfase no metabolismo intermediário e excreção de nitrogênio. Glicose, glicogênio, lactato, piruvato, aminoácidos livres, triglicerídios, amônia, uréia e uratos foram determinados em fígado, rim, músculo branco, coração, cérebro, e plasma. As enzimas lactato desidrogenase, glutamato desidrogenase, malato desidrogenase, aspartato amino transferase, alanina amino transferase, glutamina sintetase, ornitina carbamil transferase e arginase foram ensaiadas. O teleósteo S. marmoratus manteve sua demanda energética inicial pela oxidação de lipídios. A seqüência normal dos processos oxidativos foi observada por meio do perfil enzimático. Após o consumo das reservas lipídicas, os peixes passaram a consumir proteína. Valores constantes de hematócrito durante a semi-estivação induzida sugeriu que o balanço de água foi mantido normal. Todavia, a água ambiental provavelmente não foi o sinal inicial da semi-estivação em S. marmoratus. A diminuição de amônia e o aumento da síntese de uréia renal após 45 dias de semi-estivação levaram a assumir que existe uma forma alternativa de eliminar amônia. As variações metabólicas conseqüentes do jejum prolongado foram propostas como responsáveis pela síntese de pequenas moléculas envolvidas na semi-estivação de S. marmoratus.

Palavras-chave : semi-estivação; metabolismo; adaptação; Synbranchus marmoratus; excreção de nitrogênio.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons