SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.66 número2BComunidades de Ephemeroptera, Plecoptera e Trichoptera em riachos de montanha do Brasil Central: fatores ambientais influenciando a distribuição e abundânciaToxicidade do acaricida organofosforado dimetoato 40% aos ovos e larvas de Prochilodus lineatus (Prochilodontidae, Characiformes) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Biology

versão impressa ISSN 1519-6984versão On-line ISSN 1678-4375

Resumo

SILVEIRA, M. P.; BUSS, D. F.; NESSIMIAN, J. L.  e  BAPTISTA, D. F.. Distribuição espaço-temporal de macroinvertebrados bentônicos em um rio do sudeste brasileiro. Braz. J. Biol. [online]. 2006, vol.66, n.2b, pp.623-632. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842006000400006.

A fauna de macroinvertebrados bentônicos é estruturada por fatores físicos e químicos que determinam os microhábitats, incluindo a disponibilidade de alimento, a existência de refúgios contra predadores e tempestades, o sucesso reprodutivo e outros parâmetros biológicos. O objetivo deste estudo foi investigar a distribuição espaço-temporal da comunidade de macroinvertebrados bentônicos na bacia do rio Macaé, Estado do Rio de Janeiro, Brasil. De acordo com o Habitat Assessment Field Data Sheet - High Gradient Streams (Barbour et al., 1999), os cinco locais coletados são considerados como referência para propósito de biomonitoramento. Apesar das diferenças em parâmetros hidrográficos (largura, profundidade e vazão médias), os parâmetros físico-químicos e a composição dos grupos de alimentação funcional foram similares entre os locais, com exceção da área mais preservada, onde a porcentagem de organismos cortadores foi maior. De acordo com a Análise de Correspondência, há uma clara distinção entre áreas de remanso e de correnteza. De fato, o substrato folhiço de correnteza apresentou a fauna mais rica e abundante, enquanto o substrato folhiço de fundo apresentou o maior número de táxons exclusivos. A Análise de Agrupamento considerando os dados dos locais de coleta indicou que a variação temporal foi o fator mais importante na estruturação das comunidades nos hábitats estudados.

Palavras-chave : macroinvertebrados bentônicos; sudeste brasileiro; substratos; distribuição.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons