SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.67 número2Estudo morfométrico do testículo de perdiz Rynchotus rufescens durante o anoDois novos registros de Pycnogonida para a costa Uruguaia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Biology

versão impressa ISSN 1519-6984versão On-line ISSN 1678-4375

Resumo

REIS, LC. et al. Níveis plasmáticos noturnos de melatonina em codornas (Coturnix japonica) injetadas com l-5-hidroxi-triptofano. Braz. J. Biol. [online]. 2007, vol.67, n.2, pp.369-371. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842007000200025.

Este trabalho objetivou demonstrar a influência da administração sistêmica de l-5-hidroxi-triptofano (L-HTP) sobre os níveis plasmáticos de melatonina durante o período noturno em codornas. Ao longo do período claro, os níveis plasmáticos de melatonina não diferiram significativamente, oscilando entre 110,2 ± 15,8 pg.mL-1 e 157,4 ± 34,8 pg.mL-1, de 8 às 16 horas. L-HTP (25 mg.kg-1, via intracelomática), administrado às 18 horas atenuou significativamente a elevação noturna dos níveis plasmáticos de melatonina (controles, 327,3 ± 20,1 e 315,8 ± 20,9 pg.mL-1 vs. 242,1 ± 24,8 e 217,5 ± 21 pg.mL-1, respectivamente, às 20 e 24 horas, P < 0,05). Os resultados obtidos mostraram que a administração de L-HTP reduziu a liberação noturna de melatonina, possivelmente por suscitar um aumento da síntese e liberação sináptica de serotonina na pineal. Portanto, a transmissão serotoninérgica da rafe para a pineal constituiria um mecanismo de modulação da síntese e/ou liberação de melatonina em codornas.

Palavras-chave : melatonina; pineal; l-5-hidroxi-triptofano; Coturnix japonica.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons