SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.67 issue3Reproductive cycle of Macrobrachium amazonicum females (Crustacea, Palaemonidae)Canopy phenology of a dry forest in western Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Biology

Print version ISSN 1519-6984On-line version ISSN 1678-4375

Abstract

PEIXER, J.; CATELLA, AC.  and  PETRERE JUNIOR, M.. Rendimento por recruta do pacu Piaractus mesopotamicus (Holmberg, 1887) no Pantanal de Mato Grosso do Sul, Brasil. Braz. J. Biol. [online]. 2007, vol.67, n.3, pp.561-567. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842007000300023.

O pacu (Piaractus mesopotamicus) é uma das espécies mais capturadas no Pantanal de Mato Grosso do Sul, e para manejá-lo adequadamente são necessárias informações a respeito do seu nível de explotação. Nos anos de 1996 e 1997 foram coletadas amostras mensais de comprimentos de pacu capturados por pescadores profissionais e esportivos desembarcados em Corumbá, Pantanal de Mato Grosso do Sul (MS), com o objetivo de estimar os parâmetros de crescimento e o seu nível de explotação. Para a determinação do nível de explotação foi utilizado o modelo de rendimento por recruta de Beverton e Holt. Através da análise de freqüência de comprimento, pelo pacote FISAT (ELEFAN), foram estimados os parâmetros de crescimento, com os seguintes valores: 1996: L¥ = 87,20 cm; K = 0,34 ano-1; f´= 3,41; C = 0,74; WP = 0,81; Longevidade = 8,40 anos; e 1997: L¥ = 86,50 cm; K = 0,34 ano-1; f´= 3,40; C = 0,60; WP = 0,80; Longevidade = 8,40 anos. O valor de t0 é -0,363 para os valores médios de L¥ e k. A relação peso-comprimento foi determinada através de dados de pescarias experimentais em 1999 e 2000, e foi a seguinte: W = 0,048 LF2.835. As taxas de mortalidade estimadas e a taxa de sobrevivência foram: 1996: Z = 1,51 ano-1; M = 0,62 ano-1; F = 0,89 ano-1; S = 21,9%; e 1997: Z = 1,65 ano-1; M = 0,63 ano-1; F = 1,02 ano-1; S = 19,1%. A análise de rendimento por recruta apresentou os seguintes resultados: Fatual = 0,96 ano-1; Fmáx= 0,67 ano-1 ; F0,1 = 0,51 ano-1 (quando Lc = 26,7 cm). Este resultado indica que o pacu está sobreexplotado, e assim há necessidade de se estabelecer medidas restritivas para sua pescaria.

Keywords : pacu; Piaractus mesopotamicus; rendimento por recruta; Pantanal; Brasil.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License