SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.67 número4  suppl.Identificação de unidades de manejo para espécies não ameaçadas de extinção: o exemplo da preguiça Bradypus variegatus Schinz, 1825Diversidade genética e evidências de expansão demográfica recente nas populações de aves aquáticas do Pantanal brasileiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Biology

versão impressa ISSN 1519-6984versão On-line ISSN 1678-4375

Resumo

FERNANDES, FA.; FERNANDEZ-STOLZ, GP.; LOPES, CM.  e  FREITAS, TRO.. O status da conservação dos tuco-tucos, gênero Ctenomys (Rodentia: Ctenomyidae), no sul do Brasil. Braz. J. Biol. [online]. 2007, vol.67, n.4, suppl., pp.839-847. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842007000500006.

O objetivo da biologia da conservação deve estar relacionado com a preservação das espécies e também com os processos evolutivos e ecológicos que foram responsáveis por sua formação e que continuam ocorrendo. Este trabalho revisa o status de conservação das espécies de tuco-tuco (Ctenomys torquatus, C. lami, C. minutus e C. flamarioni) do sul do Brasil, assim como a relação entre estas informações e a história geológica de uma região de especial importância, a planície costeira dos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. São também discutidas as implicações do conhecimento acumulado sobre as espécies de tuco-tuco no sul do Brasil em relação aos aspectos evolutivos e a ameaça de extinção que estas espécies de roedores subterrâneos sofrem.

Palavras-chave : Ctenomys; roedores subterrâneos; zonas híbridas; espécies ameaçadas; planície costeira do Rio Grande do Sul.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons