SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.67 número4  suppl.O status da conservação dos tuco-tucos, gênero Ctenomys (Rodentia: Ctenomyidae), no sul do BrasilVariabilidade genética de Conopophaga lineata (Conopophagidae) em fragmentos florestais da Mata Atlântica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Brazilian Journal of Biology

versão impressa ISSN 1519-6984versão On-line ISSN 1678-4375

Resumo

LOPES, IF.; MINO, CI.  e  DEL LAMA, SN.. Diversidade genética e evidências de expansão demográfica recente nas populações de aves aquáticas do Pantanal brasileiro. Braz. J. Biol. [online]. 2007, vol.67, n.4, suppl., pp.849-857. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842007000500007.

O presente estudo determinou níveis de variabilidade nuclear e mitocondrial (DNAmit) e padrões filogeográficos de populações reprodutivas de colhereiro (N = 57), cabeça-seca (N = 89) e tuiuiú (N = 30) do Pantanal brasileiro. Estas espécies foram selecionadas porque são bioindicadoras da integridade das áreas alagáveis e se encontram ameaçadas em outras partes da sua área de distribuição. Devido à sua estreita associação com esse tipo de ecossistema, seu estudo permite verificar os efeitos das mudanças climáticas do Pleistoceno nos seus padrões demográficos. Níveis de diversidade genética nuclear nas populações pantaneiras não diferiram significativamente dos encontrados em outras populações ao longo do continente americano onde são consideradas ameaçadas ou como de especial interesse para conservação. Níveis reduzidos de variabilidade genética DNAmit foram observados nas populações de tuiuiú da América Central, quando comparadas às populações do Pantanal. A expansão demográfica recente das três espécies no Pantanal ficou marcadamente evidenciada pelos padrões unimodais da distribuição das diferenças pareadas e pelo teste de neutralidade de Fs de Fu. Hipotetizamos que o tempo médio de expansão populacional (entre 30.843 e 14.233 anos antes do presente) está associado as respostas destas populações de aves às mudanças climáticas ocorridas nas áreas alagáveis durante o último período de glaciação. Recomendamos, esforços especiais na conservação das populações do tuiuiú, um programa de monitoramento genético baseado no DNAmit e a caracterização ecológica dessas espécies de aves aquáticas ao longo de suas áreas de distribuição.

Palavras-chave : aves aquáticas; Pantanal; populações; variabilidade genética.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons