SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 número2The choice of bromeliads as a microhabitat by Scinax argyreornatus (Anura, Hylidae)Isolation of Bacillus thuringiensis strains that contain Dipteran-specific cry genes from Ilha Bela (São Paulo, Brazil) soil samples índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Brazilian Journal of Biology

versión impresa ISSN 1519-6984

Resumen

POSSO, SR; CINTRA, FB  y  FRIAS, J. Temporalidade e estratégias de forrageamento, territorialidade e deslocamento do gavião-caramujeiro Rosthramus sociabilis (Viellot, 1817) em uma área urbana úmida Neotropical. Braz. J. Biol. [online]. 2012, vol.72, n.2, pp.235-241. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842012000200002.

Foram estudados os comportamentos territoriais e de forrageio do gavião-caramujeiro em uma lagoa urbana durante as estações seca e chuvosa. Observaram-se esses comportamentos durante 232 horas, sendo a amostragem divida em períodos matutino e vespertino. A maior atividade de forrageio foi observada durante o período matutino. Os principais itens predados foram espécimes do gênero Pomacea  spp. No entanto, durante o período de seca, os gaviões-caramujeiros também predaram caranguejos. Essas aves exibiram diferentes estratégias de forrageamento e territorialidade durante as diferentes estações. Os gaviões-caramujeiros dispenderam maior tempo de forrageamento durante a estação chuvosa e maior tempo pousados, durante a estação seca. A expansão/contração dos territórios realizados pelos machos é dependente da disponibilidade de alimento, que varia durante as estações: a) estação seca (pouco alimento): conflitos agonísticos intraespecíficos, seguidos de expansão dos territórios; b) estação chuvosa: conflitos agonísticos decresceram à medida que a oferta de alimento aumentou e, consequentemente, houve redução do tamanho dos territórios. Desse modo, conclui-se que os padrões de movimentação para forragear e estabelecer territórios são altamente dependentes da distribuição de recursos no espaço e no tempo, e estão também associados ao comportamento social, por meio de dominância dos machos.

Palabras clave : forrageio; comportamento territorial; gavião-caramujeiro; Brasil.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · Inglés ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons