SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.72 issue3  suppl.Carbon and nitrogen stock and fluxes in coastal Atlantic Forest of southeast Brazil: potential impacts of climate change on biogeochemical functioningPotential impacts of climate change on biogeochemical functioning of Cerrado ecosystems author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Brazilian Journal of Biology

Print version ISSN 1519-6984

Abstract

MENEZES, RSC; SAMPAIO, EVSB; GIONGO, V  and  PEREZ-MARIN, AM. Ciclagem biogeoquímica em ecossistemas terrestres do Bioma Caatinga. Braz. J. Biol. [online]. 2012, vol.72, n.3, suppl., pp.643-653. ISSN 1519-6984.  http://dx.doi.org/10.1590/S1519-69842012000400004.

Os ciclos biogeoquímicos de C, N, P e água, os impactos das mudanças do uso da terra nos estoques e fluxos destes elementos e como estas mudanças podem afetar a estrutura e o funcionamento da Caatinga foram revisados. Cerca da metade desse Bioma ainda é coberta por vegetação nativa secundária. Os solos são deficientes em nutrientes, principalmente N e P. A concentração média, na camada superficial (0-20 cm), de P total é 196 mg kg-1, e a de C é 9.3 g kg-1, correspondendo a estoques médios em torno de 23 Mg ha-1 de carbono. A biomassa aérea da vegetação varia entre 30 a 50 Mg ha-1, e a biomassa radicular entre 3 a 12 Mg ha-1. As produtividades e acumulações anuais de biomassa nos diferentes usos da terra variam de 1 a 7 Mg ha-1. A fixação biológica de N2 atmosférico é estimada em 3 a 11 kg N ha-1 ano-1 e 21 a 26 kg N ha-1 ano-1 em Caatinga madura e em regeneração, respectivamente. Os principais processos de perda de nutrientes e água são queimadas, erosão do solo, escoamento e colheita de cultivos e produtos animais. As mudanças climáticas projetadas indicam maiores temperaturas e menores precipitações. Considerando a alta variabilidade intrínseca, ações para aumentar a sustentabilidade deveriam melhorar a resiliência e a estabilidade dos ecossistemas. Sistemas de uso da terra baseados em espécies perenes, em contraposição a anuais, devem ser mais estáveis e resilientes, portanto mais adequados para enfrentar os potenciais aumentos na variabilidade climática. Estudos de longa duração para avaliar o potencial da biodiversidade nativa ou de exóticas adaptadas no delineamento de sistemas de uso sustentáveis deveriam ser encorajados.

Keywords : floresta seca tropical; fluxo de nutrientes; carbono; nitrogênio; fósforo.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License